Menu
quinta, 25 de fevereiro de 2021
Cidade

Caps Saúde Mental realiza arraiá junino

28 Jun 2012 - 17h05
0 - 0 -

Com o objetivo de proporcionar maior envolvimento entre os usuários, profissionais de saúde, integração com a vizinhança e oferecer opções de lazer, a direção do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) - Atenção em Saúde Mental, sob coordenação da Secretaria Municipal de Saúde, realizou na quarta-feira (27), na rua Floriano Peixoto n.º 216, na Vila Prado o Arraiá do CAPS 2012.

A festa junina reuniu pacientes, funcionários administrativos e os profissionais da saúde que se deliciaram com pipoca, batata doce, doce de abóbora, bolo, refrigerante e outras comidas típicas ao som de uma banda que animou o casamento caipira e a quadrilha junina. O prefeito Oswaldo Barba e o secretário municipal de Saúde, Marcus Vinicius Franzin Bizzarro, também prestigiaram a festa.

Inaugurado em 18 de março de 2002, em 10 anos de trabalho o CAPS Saúde Mental já registrou a abertura de 9.262 prontuários de atendimento. Em São Carlos, o Centro mantém uma média de 84 acolhimentos/mês, 410 atendimentos médicos e 500 atendimentos com parceria da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), totalizando 3.836 atendimentos/mês, que resultam em 192 atendimentos/dia.

O atendimento dos pacientes é feito por equipe multiprofissional de saúde (psiquiatras, enfermeiras, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais, psicólogos, auxiliares de enfermagem e agentes administrativos) e conta ainda com apoio de estagiários da UFSCar (terapia ocupacional, psicologia, enfermagem, imagem e som), da Unicep (nutrição) e da Unicastelo (psicologia). Os pacientes que passam o dia recebem também alimentação fornecida pela Secretaria Municipal de Saúde.

O projeto terapêutico é personalizado e dividido entre atendimentos intensivo, semi-intensivo e não intensivo com procedimentos custeados pelo Ministério da Saúde. As noções de cuidado intensivo, semi e não intensivo não são vinculadas aos turnos, mas aos cuidados clínicos e projetos terapêuticos dos pacientes.


Como funciona o cuidado - O cuidado intensivo consiste em um conjunto de atendimentos oferecido pelo CAPS a um paciente que, por causa de seu quadro clínico, necessita de um cuidado diário, por parte de uma equipe multiprofissional especializada (até 25 dias no mês). Isto não quer dizer que este paciente tenha que participar das atividades do CAPS nos dois turnos do dia, ou mesmo todos os dias. Ele poderá, por exemplo, ser cuidado intensivamente através de atendimento domiciliar, durante um período.

O cuidado semi-intensivo dependendo da condição clínica necessita de uma atenção frequente (até 12 dias no mês). Entenda-se, por conjunto frequente de atendimentos, o cuidado dispensado ao paciente que necessita participar algumas vezes por semana das atividades do CAPS. Já os chamados cuidados não-intensivos referem-se àquele conjunto de atendimentos prestados mensalmente ou quinzenalmente ao paciente, que por seu quadro clínico e projeto terapêutico, necessita de um acompanhamento mais espaçado, ou mesmo mensal (até 3 dias no mês).

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias