Menu
sexta, 05 de março de 2021
Cidade

Cãominhada reúne mais de 100 “cão-panheiros” em passeio matinal

14 Fev 2016 - 10h46
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

Meta alcançada. Assim foi a definição das voluntárias Patrícia Rabello (secretária), Aline Aparecida Becaro (tesoureira e farmacêutica) e Elaine Vicente (assistente administrativa) que integram a ONG Cachorro Ajuda.

A organização não governamental promoveu na manhã de sábado, 13, a Cãominhada, que reuniu mais de 100 animais com seus respectivos proprietários em um passeio matinal que teve início às 9h30 em frente ao Sesc São Carlos, na avenida Comendador Alfredo Maffei. O trajeto compreendeu até a avenida Francisco Pereira Lopes e retornou ao ponto de partida. Durante a extensão, os participantes contaram com o auxílio de agentes de trânsito que proporcionaram segurança, além de veterinário e pontos de hidratação para os cães.

De acordo com Patrícia, uma das voluntárias, a Cãominhada teve como meta protestar contra o abandono de cães em São Carlos, bem como os maus tratos aos animais. "Muita gente aderiu a nossa campanha. Haviam cartazes, muitas famílias e presença de cães para adoção. O legal foi ver cachorros vira-latas, de pequena, média e grande estatura. Tinha até uns considerados 'gigantes'. Mas o mais importante é que estimulamos a socialização e convívio entre eles", garantiu Patrícia.

SALDANDO DÍVIDAS

Uma das metas da Cãominhada foi atingida. Para participar, o proprietário tinha que inscrever e pagar uma taxa. O dinheiro arrecadado fez com que uma 'dor de cabeça' da ONG tivesse fim. "O dinheiro arrecadado fez com que saldássemos uma dívida com a clínica veterinária 4 Patas que nos auxilia muito quando há necessidade", afirmou. "Quem participou ganhou um brinde da ONG", emendou a voluntária.

DE OLHO EM 2017

A edição 2016 da Cãominhada foi plena de êxito. Mas Patrícia fez questão de salientar que as atenções voltam para 2017 quando mais uma edição do passeio matinal destinado aos cães de São Carlos começa a ser programada.

Patrícia afirmou que a nova meta é chegar a pelo menos 200 participantes e fazer com que a sociedade são-carlense preocupada em tratar com dignidade os animais participem e formem uma corrente positiva a favor os "cão-panheiros". "Eles sim, são fieis", finalizou.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias