Menu
sexta, 17 de setembro de 2021
Cidade

Câmara aprova projeto que declara de utilidade ONG que realiza trabalho educativo na Cidade Aracy

01 Set 2010 - 09h49Por Redação São Carlos Agora

A Câmara Municipal aprovou por unanimidade nesta terça-feira (31) o projeto de lei Nº  215, da vereadora Laíde das Graças Simões (PMDB), que declara de utilidade pública a Associação VERA (Verdade, Educação Renovadora, Ação Responsável, Eficaz e Transparente), que  promove atividades educativas gratuitas para crianças e adolescentes em risco,visando à melhor inserção social.

Durante a sessão, dirigentes da ONG se pronunciaram no expediente da Tribuna Livre, detalhando as ações desenvolvidas pela entidade sem fins lucrativos criada em 2009, com o objetivo de conduzir ações relacionadas à promoção social no bairro Cidade Aracy. A presidente da VERA, Regina Cavalcanti de Albuquerque Lemmi, explicou que o trabalho desenvolvido com apoio do LAPREV (Laboratório de Análise e Prevenção da Violência) do Departamento de Psicologia da UFSCar e da UNICEP. A sede da associação está localizada na rua Francisca Bassani da Silva, 10, Cidade Araci II. A Associação VERA, de acordo com Regina,vem alcançando bons resultados no encaminhamento de jovens para cursos profissionalizantes.

A declaração como entidade de utilidade pública vai possibilitar que a ONG se credencie a receber recursos oficiais. Durante a sessão, o vereador Dé Alvim (PT) se prontificou a encaminhar recursos de emenda parlamentar ao orçamento municipal no valor de R$ 30 mil.O trabalho da associação foi destacado pelos vereadores Benedito Matheus Filho (PMDB), Antonio Carlos Catharino (PTB) e Normando Lima (PSDB), que é médico pediatra.

A vereadora Laíde Simões (PMDB) agradeceu o apoio dos vereadores à aprovação do projeto que, segundo ela, reconhece o que representa o trabalho que a entidade vem realizando para a melhoria da qualidade de vida e oportunidade às crianças e adolescentes de nossa cidade que estão expostos à vulnerabilidade social.

EQUOTERAPIA - Na sessão desta terça-feira, a Câmara Municipal aprovou também por unanimidade, em turno único de votação, o projeto de lei número 255 da Prefeitura, que altera  o art.1º. da lei municipal  15.126, de 2009, passando a autorizar a concessão de subvenção no valor de R$ 84.000,00 ao Grupo de Atividades Motoras Adaptadas  São-carlense  (Grupo AMAS), objetivando contribuir para o fomento de atividades de equoterapia e dança, adaptadas às crianças e adolescentes com necessidades especiais.

Na fase de discussão do projeto na sessão da Câmara nesta terça-feira (31) o presidente da Casa, vereador Lineu Navarro (PT) destacou a importância do trabalho desenvolvido pelo Grupo AMAS.A atividade de equoterapia, desenvolvida no parque Damha, utiliza o cavalo no método terapêutico para desenvolvimento biopsicossocial de pessoas portadoras de deficiência ou necessidades especiais.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias