Menu
sábado, 26 de setembro de 2020
Cidade

Basta: Moradores da Santa Felicidade estão cansados de promessa

27 Jul 2009 - 14h19Por Redação São Carlos Agora
Um grupo de moradores do condomínio de chácaras Vale da Santa da Felicidade, na região do Varjão, em São Carlos, estiveram reunidos na noite da segunda-feira (20) com o vereador Júlio César (DEM) e membros da imprensa para demonstrarem a total indignação da população da região com a Prefeitura Municipal de São Carlos.

Os moradores disseram que antes de procurar ajuda da imprensa e do vereador, seguiram todos os trâmites legais, isto é, participaram de reuniões do Orçamento Participativo, enviaram ofícios e requerimentos e a única resposta que tiveram foram apenas promessas.

A reunião aconteceu em uma chácara e contou com a participação de alguns moradores e diretores da associação do bairro.

O diretor da comissão da associação, Fernando Benedito Chiari, disse quais são os problemas que o bairro enfrenta hoje e o que estão solicitando há tempos da Prefeitura Municipal.

“Temos três reivindicações urgentes que, aliás, fazem parte da pauta da própria Prefeitura Municipal. O término do asfalto na estrada Ernesto Pinca com a avenida Pau Brasil na entrada do bairro, iluminação da Ernesto Pinca prometida pelo ex-prefeito Newton Lima às vésperas da eleição passada e agora confirmada pelo prefeito Oswaldo Barba, mas que ainda não aconteceu e a restauração das ruas do bairro" .

"Hoje ou temos areia demais ou buracos, a gente tem tentado isso através dos meios legais como o Orçamento Participativo, mas não temos conseguido retorno, por isso estamos apelando através de vocês, da imprensa, e do vereador Júlio César para que a gente possa ser atendido dentro das nossas reivindicações já que o IPTU, todo ano ele chega”, disse Chiari.

Outro problema apontado pelo representante da associação é relativo às fossas sépticas.
“Essa é uma briga constante, você hoje faz o pedido e aguarda o dia em que eles vêm e fazem o serviço, isto é, a gente não tem uma programação, às vezes a fossa transborda porque o excesso fica acumulando e uma hora ou outra ela sai por algum lugar, além disso, tudo existe outro problema sério, nós estamos em cima de um lençol freático, que está sendo contaminado”, alertou.

Chiari informou que no ano passado eles estiveram reunidos com representantes do Serviço Autônomo de Água Esgoto onde foi prometido um projeto, mas até agora nada foi feito, “isso também ficou só na promessa”, lamentou Chiari.

Abandonados

Ele revelou que atualmente os moradores do bairro se sentem abandonados pelo poder público.

“Faz muito tempo que estamos abandonados, mesmo porque o governo Newton Lima ficou oito anos e só no último ano realizou o asfalto que era uma reivindicação da gente durante os dois mandatos, a gente ia em peso nas reuniões do Orçamento Participativo, lutamos e votamos para essa melhoria, só que ano após ano caia pontes e mais pontes e a gente ficou aguardando, só no último ano dele foi dito que existia uma verba para se fazer 1600 metros de asfalto, foram feitos 1000 metros e parou por aí.

Enxurradas Chiari aproveitou a oportunidade para apontar outro problema, as enxurradas que se formam no bairro, quando chove na região norte da cidade.

“O nosso bairro recebe toda a água que vem da parte alta, que vem da fazenda Jararaca, Engenho Velho, desce tudo aqui, se a Santa Felicidade recebe as águas do céu ou não, a enxurrada chega aqui, o pior é que não desce só água, desce areia e terra então as nossas ruas ficam cada vez mais soterradas”.

Os proprietários das cerca de 280 chácaras que existem no local estão querendo uma atenção do governo municipal e não apenas promessas como vem ocorrendo.
“Buscamos atenção do governo por que afinal também somos contribuintes e somos cidadão de bem, não estamos pedindo nada mais daquilo que necessitamos, todos os pedidos que fizemos são para atender o bairro, não são problemas individuais, finalizou Chiari.

O vereador Júlio César acompanhou atentamente as reivindicações dos moradores da Santa Felicidade. Ele já protocolou três requerimentos solicitando informações junto a Prefeitura Municipal.

“São reivindicações autênticas e necessárias, principalmente por que os moradores pagam seus impostos, hoje este bairro paga seu IPTU e tem o mesmo direito que qualquer outro bairro da cidade, hoje o que vimos aqui foi o verdadeiro descaso da administração pública e isso não pode acontecer, veja bem esses problemas envolvem famílias, saúde, segurança pública e a administração tem de tomar alguma providência”, disse o vereador.

Júlio César pediu bom senso à Prefeitura Municipal porque, afinal, os problemas citados pelos moradores envolvem todas as chácaras e não algumas.

“Tem morador aqui que não consegue entrar na sua chácara porque não existe manutenção nas ruas, existe ainda esse problema das fossas, eles estão contratando empresas terceirizadas e gastando muito mais, eles já podiam com esse dinheiro ter arrumado o trator que está quebrado, enfim a gente pede aqui o bom senso dos nossos administradores, do nosso prefeito em cuidar das pessoas", desabafou o vereador.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias