Menu
segunda, 17 de maio de 2021
Cidade

Barba inaugura o Centro Público de Produção de Economia Solidária “Rosa Sundermann”

22 Nov 2012 - 16h30
0 - 0 -

O prefeito Oswaldo Barba inaugurou, na manhã desta quinta-feira (22), no Santa Felícia, o Centro Público Público de Produção de Economia Solidária que homenageia a ex-sindicalista e ex-funcionária da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Rosa Sundermann, que morreu em junho de 1994.

Com o espaço construído pela Prefeitura de São Carlos, o objetivo é promover a inclusão social, autonomia, ampliar as possibilidades de trabalho e renda, capacitar mulheres trabalhadoras para uma atuação qualificada no trabalho da construção civil, aumentar oportunidades de atuação profissional e condições de obtenção de renda.

"Atingindo esses propósitos vamos ajudar as mulheres na construção de uma vida digna", ressalta o secretário de Trabalho, Emprego e Renda, Emerson Domingues, que esteve presente à cerimônia. Também compareceram ao evento a primeira-dama Cidinha Duarte, os vereadores Ronaldo Lopes e Lineu Navarro, a diretora do Departamento de Apoio à Economia Solidária, Rita Fajardo, a chefe de divisão de Políticas para as Mulheres, Raquel Auxiliadora dos Santos e a vice-presidente do Conselho Municipal de Economia Solidária, Lindamira Aparecida Teodoro Ribeiro.

A obra ocupa um espaço de 320 m² e teve um custo de R$ 400 mil. Metade desse valor foi enviado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), por meio de uma emenda do deputado federal Vicentinho (PT), que enviou uma carta, lida pelo vereador Ronaldo Lopes, demonstrando o apreço que tem pela cidade. "O deputado Vicentinho é um grande amigo de São Carlos. Já destinou recursos parlamentares para o recapeamento, ampliação de creche, entre outros projetos para a construção deste belo espaço que visa oferecer cidadania e oportunidades aos moradores da região do Santa Felícia", acentua.

O prefeito Oswaldo Barba acredita que o Centro Público de Economia Solidária chega para se tornar um espaço que permita a convivência, formação, troca de experiências com as pessoas envolvidas na economia solidária de São Carlos.

No discurso, ele destacou que houve investimentos de R$ 100 mil na compra de equipamentos. A verba foi destinada pela Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres ao programa Mulheres na Construção Civil. São equipamentos de marcenaria e carpintaria, que auxiliam na qualificação de 148 mulheres. Elas já tiveram aulas teóricas e, em breve, aplicarão os conhecimentos na pintura interna do Centro Público, além de executarem serviços complementares de carpintaria do prédio. "O mercado de trabalho na construção civil requer mão-de-obra qualificada e o Centro Público surge para suprir essa demanda tão crescente", confirma Barba.

Para o prefeito de São Carlos, ao proporcionar oportunidades de independência financeira e econômica às mulheres, o município atinge os objetivos de caráter econômico e social. "O projeto será de fundamental importância para que, além de criar oportunidades de geração de trabalho e renda, a partir da garantia de infraestrutura para execução de atividades produtivas previstas, possibilite a criação de novas bases econômicas e sociais de desenvolvimento". A Prefeitura de São Carlos desenvolve, desde 2001, como parte estratégica da implementação das Políticas Públicas de Geração de Trabalho e Renda e de Desenvolvimento Sustentável, o Programa de Fomento à Economia Solidária. Atualmente existem mais de 30 empreendimentos e a estimativa de faturamento é de R$ 6 milhões.  

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias