Menu
terça, 29 de setembro de 2020
Cidade

Barba entrega novos valores da ponte da São Joaquim

Prefeito esteve em São Paulo com o superintendente do DAEE

05 Jun 2009 - 20h39Por Redação São Carlos Agora
O prefeito Oswaldo Barba (PT) esteve com o superintendente do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), Ubirajara Tannuri Felix, na tarde de quinta-feira (4) para apresentar a documentação com a atualização do custo da ponte da rua São Joaquim, sobre o córrego do Gregório, e alargamento do canal entre as ruas Dona Alexandrina e São Joaquim.

Os recursos para a construção da ponte foram autorizados pelo governador Cláudio Lembo, em 2006, e não foi liberado. Na época, o orçamento da obra era de R$ 945 mil, parte do Estado mais a contrapartida do município.

Com a atualização dos dados, ao Estado caberá R$ 1,3 milhão, além da contrapartida do município. “Nós apresentamos os documentos ao DAEE que mostram a necessidade de atualizar os valores”, observou o prefeito Oswaldo Barba.

“Esses recursos são fundamentais para darmos continuidade às obras de combate às enchentes”, disse o prefeito. Ainda segundo ele, sem a ponte da São Joaquim adequada não é possível fazer outras obras importantes ao longo do córrego do Gregório.

Histórico – Em 20 de janeiro, o prefeito Oswaldo Barba esteve no Palácio dos Bandeirantes com o coordenador de Assuntos Relacionados aos municípios para tratar do tema. Em 24 de março, o prefeito recebeu informação do DAEE de que os recursos estariam liberados. Em 25 de maio, Barba se reuniu com a Secretária de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo, Dilma Pena, para tratar do mesmo assunto.

Córrego Gregório – Nos últimos 8 anos, a Prefeitura de São Carlos investiu cerca de R$ 13 milhões em obras de combate às enchentes, melhorias viárias e plantio de árvores ao longo do córrego do Gregório, que vai desde as proximidades da Escola Educativa até a rotatória do Cristo, no encontro com o córrego Monjolinho.

Grande parte desses recursos é proveniente do governo federal, seja via Ministérios ou Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Há também uma parte de recursos do governo do estado, principalmente no combate às enchentes na região da baixada do Mercado.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias