Menu
segunda, 26 de outubro de 2020
Cidade

Barba anuncia liberação de R$ 21 milhões para Cidade da Energia

14 Dez 2009 - 20h07Por Redação São Carlos Agora
O prefeito Oswaldo Barba participou na manhã desta segunda feira (14) da cerimônia que comemorou os 25 anos da Embrapa Instrumentação Agropecuária. Em seu discurso, Barba revelou que serão liberados R$ 21 milhões para a duplicação da vicinal Guilherme Scatena, que dará acesso à Cidade da Energia. O anúncio foi feito ao prefeito pelo ministro do Planejamento, Paulo Bernardo. “A Cidade da Energia é nosso grande sonho, nosso desafio. A Embrapa faz parte da estrutura de nossa cidade e as parcerias contribuem para o diferencial de São Carlos”, comentou o prefeito.

Agricultura familiar – Aproveitando a presença do presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de São Paulo, Brás Albertini, o prefeito falou da importância dos agricultores e da Embrapa no auxílio e no desenvolvimento do projeto “Agricultura Familiar”, que conta com gestores capacitados. No dia 9 de dezembro, São Carlos recebeu o prêmio Gestor Eficiente da Merenda Escolar na categoria desenvolvimento local.

Barba também citou a parceria que São Carlos mantém com a Embrapa em projetos que envolvem Hospital-Escola, SAAE e dos resultados que a cidade conquistou e está conquistando.

“Para os próximos 25 anos, vamos buscar atender as demandas que as novas tecnologias requeiram. As ciências são as pessoas. Tudo foi possível na Embrapa porque as pessoas, de instituições diversas, acreditaram no futuro, no sonho”, disse o chefe da Embrapa Instrumentação, Álvaro Macedo.

25 anos – A Embrapa Instrumentação Agropecuária foi criada em 1984 com os empenhos dos pesquisadores Sílvio Crestana, Paulo Cruvinel, Sérgio Mascarenhas e Paulo Henrique Valim. Teve o apoio do então presidente da Empresa, Eliseu Alves. Tem orçamento anual estimado em R$ 13 milhões. A Embrapa Instrumentação Agropecuária é responsável por um terço das patentes da Embrapa depositadas no Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI).  Conta com uma equipe de 72 pessoas, sendo 25 pesquisadores e 48 de apoio. São 37 tecnologias disponibilizadas, sendo que 20 delas já foram licenciadas e outras seis estão em fase de licenciamento.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias