Menu
sexta, 18 de junho de 2021
Cidade

Bancários amanhecem em greve em São Carlos

Sindicato da categoria não soube informar a quantidade de agências que irão aderir ao movimento

06 Out 2015 - 08h58
0 - 0 -

Os funcionários das agências bancárias iniciam uma greve por tempo indeterminado nesta terça-feira, 6. A confirmação foi dada pelo presidente do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de São Carlos, Lauriberto 'Lalo' Viganon.

De acordo com ele, a quantidade de agências que irão aderir ao movimento, bem como os bancários que irão cruzar os braços ainda é desconhecido. O sindicato estabelecido em São Carlos atua em mais dez cidades da região.

"Acredito que o movimento irá começar 'devagar', mas irá aumentando gradualmente", disse. As agências que aderirem a greve serão colocados cartazes indicando o movimento paredista.

De acordo com Lalo, São Carlos tem hoje aproximadamente 20 agências e 500 bancários. "Neste primeiro dia estaremos focando mais o Santander. Vários diretores estarão em frente a agência localizada no centro", afirmou o presidente do sindicato. "Acredito que a maioria dos bancos irão parar", emendou.

SEM PREJUÍZO

Sobre os problemas que a greve dos bancários podem causar a população, Lalo afirmou que os transtornos serão mínimos. De acordo com ele, contas poderão ser pagas em caixas eletrônicos e em lotéricas. "Poderão ser feito saques e depósitos também", disse.

"Pessoas que necessitam sacar FGTS" terão dificuldades, alertou.

DIREITOS

Lalo fez questão de salientar que a greve aconteceu apenas porque a categoria luta por melhores condições. Os trabalhadores reivindicam aumento salarial de 16% (10% reposição da inflação e 6% de produtividade).

Os banqueiros oferecem 5,5% de aumento real e R$ 2,5 mil de abono salarial que não é incorporado na folha de pagamento.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias