Menu
quinta, 05 de dezembro de 2019
Morto a tiros

Assassinato de Marcos Tsunami completa 1 ano; Relembre o caso

03 Dez 2019 - 06h58Por Redação São Carlos Agora
Tatuador "Marcos Tsunami" foi covardemente assassinado pelo empresário Fernando Ganci - Crédito: Arquivo PessoalTatuador "Marcos Tsunami" foi covardemente assassinado pelo empresário Fernando Ganci - Crédito: Arquivo Pessoal

Nesta terça-feira (3) completa 1 ano da morte do tatuador Marcos Gentil Romero, conhecido como “Marcos Tsunami”. Ele foi morto a tiros pelo empresário Fernando Ganci na região do terminal rodoviário. O crime causou comoção e ganhou repercussão nacional.

Tsunami trabalhava em um conhecido estúdio de tatuagem no Centro de São Carlos e antes de retornar para Porto Ferreira onde residia, passou em uma lanchonete na avenida São Carlos, onde pegou um lanche que levaria para o filho, porém na rua Cesar Ricome sua vida terminou de forma trágica.

O carro que Tsunami dirigia foi fechado por Ganci que entrou na vaga de estacionamento de um supermercado. O empresário desceu do veículo e houve uma pequena discussão. De forma covarde ele desferiu quatro tiros contra o tatuador.

Tsunami não teve chance de defesa e morreu no local.

Ganci fugiu e deixou a esposa e a mãe em casa que fica na mesma região do crime. Posteriormente empreendeu fuga em direção a Ribeirão Preto. Ao passar pelo rio Mogi Guaçu, conferiu o tambor da arma e viu que tinha quatro cápsulas deflagradas e então jogou o revólver no rio.

O empresário foi para a Bolívia, onde permaneceu por duas noites até que foi convencido pela esposa e decidiu regressar a São Carlos, porém no retorno, ele acabou sendo preso por policiais rodoviários, na noite do dia 10 de dezembro, no interior de um posto de serviços em Presidente Epitácio.

No começo de setembro deste ano, Fernando Ganci foi julgado e condenado a 14 anos de prisão em regime fechado. Ele está preso no Centro de Detenção Provisória (CDP), em Araraquara.

Fernando Ganci foi preso por policiais militares em Presidente Epitácio.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias