Menu
segunda, 30 de novembro de 2020
Talento da terra

Aos 23 anos, são-carlense é reconhecido por universidade norte-americana

28 Out 2020 - 06h41Por Redação
Aos 23 anos, são-carlense é reconhecido por universidade norte-americana - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Rafael Ruiz Zafalon de Paula tem 23 anos e bateu um recorde: é o mais jovem brasileiro do mundo a receber o título de Doutor em Belas Artes (Honoris Causa) pela Emil Brunner World University (EBWU), de Miami, Flórida. O são-carlense já havia sido contemplado pela Universidade Emill Brunner (EBU) de Brasília, com o título de Doutor Honoris Causa em Belas Artes, em 2019, aos 22 anos. No mesmo ano, tornou-se membro vitalício da Academia Independente de Letras (AIL) de São João, Pernambuco.

O jovem realmente coleciona certificados, diplomas e títulos: bacharelando em Arquitetura e Urbanismo, é tecnólogo em Design de Interiores, especializado em Conservação, Preservação e Restauração de Obras de Arte e Esculturas.

Membro do corpo editorial da Revista Artrilha, é atuante no Coletivo Artrilha "Artistas Criando Trilhas".

Rafael Zafalon idealizou o 1º Salão Nacional de Artes Visuais “Virgínia Artigas” e também foi autor e organizador no 1º Salão Nacional de Artes Visuais da Quarentena. É autor da “Turminha do Lepo”, a primeira marca inspirada na fissura labiopalatina e as peripécias do convívio social. Em sua carreira artística e literária, foi premiado e local honrosamente em festivais importantes, nacionais e internacionais.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias