Menu
quinta, 12 de dezembro de 2019
Cidade

Alunos da Fadisc terão transferências garantidas pelo MEC

14 Abr 2011 - 11h39

O MEC deverá garantir a transferência dos 600 alunos da Fadisc para instituições particulares. O anuncio foi dado pelo ministro da Educação, Fernando Haddad em São Paulo na noite de ontem (13).  O ministro também informou que os estudantes do ProUni não perderão seus direitos. Enfim, um alívio para aqueles que estão na ativa junto da instituição.

O anúncio deverá ser oficializado e comunicado à instituição, estudantes e professores já na próxima semana.  O ministro recebeu uma carta dos estudantes contando a situação da faculdade.

Haddad propôs   a federalização dos cursos da Fadisc  pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), o que não foi confirmado pelo reitor da universidade,  Targino d Araújo.  

Apesar disso, muitos alunos, que já se formaram pela universidade (Fadisc) têm medo da fama notória que a instituição poderá ficar após seu suposto desligamento para com as  atividades administrativas.  Além de que, muitos formandos ainda não conseguiram receber seus diplomas e nem certificados de conclusão de curso.

Confira abaixo a carta entregue ao ministro pelos estudantes da Fadisc

São Paulo, 13 de Março de 2011.
Ilmo. Sr. Ministro da Educação Fernando Haddad.

Nós, membros do comitê de mobilização dos alunos da FADISC (Faculdades Integradas de São Carlos), vimos, por meio desta carta, solicitar a atenção de vossa excelência para o grave problema que estão submetidos os bolsistas do PROUNI desta IES.

Durante os últimos anos a IES passa por um processo de falência, provocado pela má administração da mesma. Esse processo desencadeou uma série de protestos tanto de alunos como de professores e funcionários, o que, levou a IES à paralisar alguns de seus cursos. Esses protestos tiveram como motivação várias infrações cometidas pela instituição que lesavam diretamente todas as classes, como, por exemplo: péssima infraestrutura acadêmica (prédio com várias avarias estruturais, acervo tecnológico obsoleto, acervo bibliográfico defasado, pagamento das mensalidades em juízo para a quitação de dívidas trabalhistas da instituição, etc); retenção de parte dos vencimentos dos professores, bem como todos os seus direitos trabalhistas;  imóvel com várias penhoras judiciais; não expedição dos diplomas dos alunos formados, dentre vários outros.

Este comitê de mobilização buscou apoio de várias autoridades e instituições do poder público local, como: câmara dos vereadores de São Carlos, Ministério Público Federal, Ministério do Trabalho, prefeito Oswaldo Barba, o reitor da UFSCAR Sr. Targino Filho, deputado federal Newton Lima Neto e deputado estadual Adriano Diogo, dentre outros, para que pudéssemos solucionar os problemas vivenciados pelos alunos, professores e funcionários. Através desses contatos, conseguimos uma reunião com o representante do MEC em São Paulo, Sr. João Nelson dos Santos, onde expusemos todos os problemas da faculdade, entregamos um dossiê contendo vários documentos e reportagens acerca do assunto, e protocolamos uma carta com detalhamento dos problemas e reivindicação de solução.

Essas ações geraram três notificações, com direito de resposta, às denúncias feitas pelo comitê ao MEC, através do dossiê. No entanto, esse processo, tem se mostrado demorado, o que acarretou em mais um problema para os alunos. Por se tratar de uma IES particular, todos os estudantes que puderam se transferiram para outras instituições. Porém, os alunos bolsistas do PROUNI estão amarados a esta instituição que além de tudo, fechou deliberadamente a maioria dos seus cursos, deixando os estudantes dos cursos de Engenharia Civil e Produção, Administração e Secretariado sem aulas. Além da perda do semestre letivo, os bolsistas convivem também com o medo da perda de suas respectivas bolsas. Transformando aquilo que deveria ser a realização de um sonho em frustração e desmotivação.

Por tudo isso, esse comitê decidiu trazer também a vossa excelência toda essa situação, com a finalidade de uma solução breve para o problema enfrentado pelos bolsistas, e, solicitando a transferência de todos para outra instituição, preferencialmente para o início do próximo semestre letivo, visando diminuir as perdas de todos esses estudantes, e reacendendo novamente o sonho de uma formação acadêmica superior e de qualidade.

Atenciosamente:
Comitê de Mobilização dos Alunos da FADISC - COMAFA

 

 

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias