Menu
domingo, 11 de abril de 2021
Cidade

Acisc orienta sobre as despesas de início de ano

Segundo Associação Comercial, começar e terminar 2018 no azul depende de disciplina e planejamento financeiro

18 Jan 2018 - 10h06Por Redação
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

Um levantamento realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) sobre a organização do orçamento para 2018 mostra que apenas 15% dos brasileiros dizem ter condições de pagar as despesas sazonais deste início de ano, como IPTU, IPVA e material escolar, com os próprios rendimentos. A pesquisa ainda mostra que 17% dos entrevistados não fizeram qualquer planejamento para pagar esses compromissos no início de 2018.

Para a Acisc (Associação Comercial e Industrial de São Carlos), começar e terminar 2018 no azul depende de disciplina e planejamento financeiro. "Logo no início do ano é importante listar todas as dívidas, sejam elas contraídas anteriormente ou as sazonais como IPTU, IPVA, além de matrícula e material escolar. Diante desse levantamento é possível analisar quais dívidas podem ser pagas de maneira parcelada, embora o pagamento à vista sempre seja a melhor alternativa, porém tudo irá depender do perfil financeiro de cada pessoa", explicou o presidente da Acisc, José Fernando Domingues.

O presidente comentou também sobre as dívidas adquiridas com as compras de Natal. "Além das contas típicas dos primeiros meses do ano, existe ainda o extrato do cartão de crédito que chega após as compras de fim de ano. O consumidor que não se planejou para isso, poderá ter alguma dificuldade para honrar mais essa despesa", disse José Fernando.

A liberação das contas inativas do FGTS no último ano contribuiu para a quitação de dívidas. "Em 2017, foram 27% das famílias brasileiras que se beneficiaram do saque das contas inativas do FGTS e 47% delas utilizaram esse ingresso adicional para quitar dívidas, conforme estudo realizado pela Nielsen, empresa líder mundial em pesquisa de mercado. Outro dado interessante desse estudo é que 14,8% das famílias guardaram ou investiram o FGTS, possivelmente pensando nas contas do início do ano", comentou o presidente da Acisc.

Para a volta às aulas, a recomendação da Acisc é que os pais pesquisem sempre os preços antes de ir às compras. "É importante verificar quais itens podem ser reaproveitados pelas crianças e também quais são as condições de pagamento, ver a possibilidade de conseguir descontos à vista ou até mesmo realizar compras coletivas. Inclusive, esse tipo de compra é uma tendência identificada pela Acisc, bastante positiva para o lojista, que aumenta o seu faturamento e excelente para o consumidor, que adquire o que precisa com economia".

No caso de inadimplência, a Acisc possui o departamento "SCPC Recuperação", um setor especializado em renegociar dívidas. "A negociação feita por nossa equipe se destaca porque permite algumas vantagens para o consumidor inadimplente, que quer recuperar o seu poder de compra, e também para o comerciante associado, que poderá recuperar os créditos de sua empresa", ressaltou.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias