segunda, 04 de julho de 2022
Retomada

Acisc aposta na retomada econômica e prevê um 2º semestre aquecido em São Carlos

Presidente da entidade vê crescimento gradativo, na geração de empregos e aumento das vendas no comércio

09 Mai 2022 - 08h12Por Marcos Escrivani
Zelão: “Temos muitos novos negócios, empreendimentos vindo para a cidade. Acho que este crescimento vem em função da melhora do quadro da Covid” - Crédito: DivulgaçãoZelão: “Temos muitos novos negócios, empreendimentos vindo para a cidade. Acho que este crescimento vem em função da melhora do quadro da Covid” - Crédito: Divulgação

A fase crítica da pandemia da Covid-19 já é dada como praticamente encerrada devido o advento da vacina, com a maioria da população ter se imunizado com a terceira dose da vacina e a conscientização na manutenção dos protocolos de segurança.

Com essas prerrogativas, a expectativa é de uma retomada econômica, um crescimento gradual, a geração de empregos e o aumento das vendas. O otimismo é grande no comércio e o otimismo foi deixado claro pelo empresário José Fernando Zelão Domingues, presidente há seis anos da Associação Comercial e Industrial de São Carlos (Acisc).

Em uma entrevista exclusiva ao portal São Carlos Agora, Zelão não se furtou a responder uma extensa sabatina. Expôs seus pontos de vista onde relatou as dificuldades encontradas pelos comerciantes no sentido de superar a crise econômica causada pela Covid-19 e as novas formas de venda causada justamente pela crise na saúde mundial, onde o WhatsApp, delivery e vendas virtuais passaram a fazer parte do cotidiano.

Indagado sobre a expectativa com a chegada do segundo semestre e as mais variadas datas comemorativas que servem para a realização de promoções e incentivo a compras, Zelão mostrou-se otimista, garantindo que a expectativa é a melhor possível, uma vez poderá ocorrer o aumento das vendas, o aquecimento do comércio e a geração de empregos.

Nem mesmo o aumento recente por parte do Governo, do aumento da taxa Selic (12,75% ao ano), tirou o ânimo do presidente da Acisc. Ele admite que isso faz com que diminua o poder de compra do consumidor. Mas mesmo assim acredita no aumento das vendas.

A ENTREVISTA

São Carlos Agora - Nos cinco primeiros meses de 2022, com o retorno gradual das atividades, como avalia o comércio varejista de São Carlos?

Jose Fernando Zelão Domingues - Este início de ano foi muito promissor para o comercio varejista de São Carlos, uma vez que, houve uma retomada da economia. E, com certeza, as atividades sempre foram muito pujantes e, sempre muito confiantes. A economia em si, apesar de ter oscilado muito a gente vê aí um crescimento gradativo, um aumento na geração de empregos. Eu acho que tudo isso estimula e tudo isso faz que com a Acisc se proponha a novos desafios sempre em busca de ajudar o comércio local.

SCA - A partir de maio, com o advento de datas comemorativas, existe a expectativa de aquecimento no comércio de São Carlos?

Zelão - Sem dúvida. O comércio vai ter um aquecimento muito forte nestes meses em função das datas comemorativas. Nós temos o Dia das Mães, que é a segunda data do comércio, depois teremos o Dia dos Namorados, teremos também o Dia dos Pais, em julho a Semana do Freguês, Dia das Crianças... Tudo isso agregado são datas que vem incorporar o nosso calendário e com certeza, com as nossas promoções, eu acho que o comércio tem muito a ganhar e muito a crescer.

SCA - No segundo semestre, o que os comerciantes aguardam em termos de vendas? A Acisc pretende realizar campanhas e promoções para atrair consumidores?

Zelão - Pensando no segundo semestre o que a gente aguarda em termos de vendas são coisas que temos que pensar, uma porque, infelizmente nós temos uma evolução da taxa Selic que faz com que o poder aquisitivo das pessoas diminua em termos de poder de consumo. Porém, temos que entender que teremos no segundo semestre a Black Friday e o Natal, que são duas datas super representativas pro nosso comércio. Então, eu acredito que a expectativa é muito grande e, que nós da Acisc sempre vamos estar pensando no melhor e, sempre vamos dar oportunidades para que nosso comércio se fortaleça, não só na região central, como nos corredores dos bairros da cidade.

SCA - Partindo do princípio que a pandemia da Covid-19 se mantenha sob controle, existe a possibilidade dos comerciantes investirem em seus estabelecimentos?

Zelão - Pensando em tudo o que passamos com a Covid, hoje nós entendemos que ela está sob controle. Nós já temos um grande número de pessoas com três doses da vacina. Porém, a gente sempre pede para os comerciantes mantenham seus protocolos de higiene pra que a gente não evolua, porque estamos sentindo que novos casos estão surgindo. E, com isso, esta normalidade voltando, o que estamos verificando é que as lojas começaram a investir novamente em seus negócios. Então temos muitos novos negócios, empreendimentos vindo para a cidade. Eu acho que este crescimento vem em função da melhora do quadro da Covid e nós da Acisc, sempre de mãos dadas com os comerciantes, pra que a gente produza ações e para que os mesmos possam se encorajar e voltar a investir em seus estabelecimentos.

SCA - Para o Natal deste ano, a Acisc já tem em vista alguma campanha diferenciada? Qual seria?

Zelão - No segundo semestre, como já falamos do Natal, que ele é data máxima do nosso comércio, a Acisc sempre está preocupada em fazer uma campanha que seja muito atrativa. E, sem dúvida nenhuma, este ano estaremos pensando em uma campanha muito forte, forte mesmo, aqui na nossa região. Mas, porém, esta campanha do Natal é uma campanha que está sendo elaborada, está sendo estudada pela diretoria, mas que oportunamente, nós iremos divulgar para a imprensa.

SCA - A pandemia não acabou, pois percebe-se que há contágios diários em São Carlos. A Acisc orienta os comerciantes e comerciários a manterem os protocolos de segurança?

Zelão - Claro, sem dúvida alguma. Os protocolos são essenciais para que a gente consiga controlar os casos da Covid 19. Nós sempre orientamos, sempre fortalecemos, não só para os empresários, mas também para seus colaboradores que mantenham os protocolos de segurança.

SCA - Durante dois anos de pandemia, onde o comércio foi seriamente afetado. Quais foram as perdas dos comerciantes e da Acisc?

Zelão - A pandemia trouxe um outro dinamismo para as vendas no comércio. Foi realmente uma coisa muito ruim que aconteceu dada as perdas que tivemos de muitas vidas, pessoas que se foram, pessoas próximas, amigas, mas a gente tem que tirar das coisas ruins as coisas boas. A pandemia relacionada ao comércio nos trouxe um aprendizado onde as lojas tiveram que investir um pouco mais no sistema online, principalmente por vendas via WhatsApp e delivery. Então isso mostrou um retrato de que as vendas online são uma realidade. Antigamente, nós tínhamos uma prerrogativa de não deixarmos funcionário usar o celular no estabelecimento comercial, hoje virou uma ferramenta. Tem lojas e locais onde cada vendedor tem um celular. Este contato através das redes sociais cresceu e trouxe uma outra forma de vendas e comportamento do nosso comércio. Então, é muito importante avaliar também este novo conceito em vendas através de redes sociais e, como isso tem ajudado muito o comércio local.

SCA - Voltando ao aquecimento da economia: como a Acisc trabalha no sentido de atender as reivindicações de comerciantes estabelecidos no centro e nos bairros?

Zelão - A retomada da economia é muito importante para o nosso comércio, ela traz um dinamismo maior nas vendas e, sem dúvida, a Acisc sempre trabalha no sentido de apoiar e ajudar os comerciantes não só do centro, mas também dos bairros para que melhorem suas vendas. Através disso, o que a gente procura? Fazer cursos de capacitação, já que isso é um fator fundamental para que hoje tenhamos pessoas capacitadas para o atendimento dos nossos consumidores. Afinal, isso é o mínimo que um estabelecimento comercial pode trazer pro seu cliente – um bom atendimento. A Acisc vem lutando muito junto aos empresários no sentido de ajudá-los na capacitação destas pessoas. E, para o segundo semestre estamos montando uma Faculdade do Comércio onde estaremos implementando cursos para que estes comerciantes possam mandar seus colaboradores afim de se aperfeiçoar, de se capacitar e melhorar sua condição de atendimento e, com certeza estaremos qualificando melhor nossas vendas e vendendo com mais qualidade.

SCA - A Acisc tem a preocupação de fortalecer o comércio nos bairros de São Carlos?

Zelão - Sim, nós temos muitos bairros que acabaram criando seu corredor central de vendas e, a gente sempre esteve de olho para poder ajudá-los nas suas reivindicações. Então, sempre que estas chegam procuramos imediatamente atendê-las, chamar pra uma reunião afim de ver a demanda que cada comerciante tem no seu corredor central de vendas.  E também pensando nesta linha, nós estamos aqui em processo muito evoluído para abrir um escritório para atendimento dos comerciantes do bairro Cidade Aracy, levando pra eles uma modernidade, uma forma de capacitação e uma forma de poder ajudá-los a captar mais vendas e estabelecer uma relação com seus clientes.

SCA - Considerações finais.

Zelão - Eu posso relatar que estamos vivendo um momento muito bom da nossa economia, apesar da taxa Selic ele ter aumentado, os juros terem aumentado, mas eu acredito que o comércio vem se recuperando. Temos tido ótimos resultados de vendas por parte dos nossos associados que nos retratam a sua realidade. Isso nos estimula cada vez mais a estarmos presentes e estarmos evoluindo em nossos processos. Com certeza, a Acisc está aqui de braços abertos pra você que é nosso associado (venha aqui tomar um café!) e pra você que não é nosso associado, venha aqui nos conhecer e se associar porque eu tenho certeza que nós temos aqui bons caminhos para ajudá-los a crescer nas vendas, no comércio e torná-lo um grande empreendedor.

Leia Também

Últimas Notícias