terça, 05 de julho de 2022
Cidade

Ação do Parque Ecológico contribui com a conservação de espécie de primata amazônico

18 Mar 2022 - 18h30
Ação do Parque Ecológico contribui com a conservação de espécie de primata amazônico - Crédito: divulgação Crédito: divulgação
A preservação de espécies animais nativos, ameaçadas ou não, sempre foi um dos principais pilares de trabalho do Parque Ecológico de São Carlos, sendo um dos poucos zoológicos no Brasil a dedicar seus trabalhos a fauna sul-americana, em especial a brasileira.
Com base nesta filosofia o Parque integrou como signatário o Acordo de Cooperação Técnica assinado entre a Associação de Zoológicos e Aquários do Brasil (AZAB), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e Ministério do Meio Ambiente (MMA), no qual se compromete, junto com outras instituições no Brasil a aumentar seus esforços na recuperação de algumas espécies de animais brasileiros seriamente impactadas pela destruição do ambiente e pela caça.
Nestes últimos dias, a equipe do Parque Ecológico, destinou dois Sauins de Coleira (Saguinus bicolor), espécie de primata amazônico que é mantida no local e com vários nascimentos em São Carlos, a duas novas instituições para formar outras famílias da mesma espécie, BioPark de Cotia (SP) e Mantenedor Arca de Noé (RS). Estas transferências atendem ao Plano Nacional de Conservação desta espécie coordenando pela AZAB e sob responsabilidade da Zootecnista Claudia Ladeira, diretora do Zoológico de Bauru/SP.
As transferências, após a devida autorização dos órgãos oficiais foram feitas de carro e por via aérea, e os animais chegaram bem a seus destinos.
“Esperamos ter contribuído com nossa parte na conservação desta espécie de macacos ameaçado da Amazônia e esperamos no futuro contribuir ainda mais com esta e outras espécies”, diz o diretor de Proteção Animal, Fernando Magnani, que lembra que o local contribui ativamente pela conservação do cervo do Pantanal, dos micos leões e do sul-americano urso de óculos. “Não somente com filhotes enviados a outras instituições, já enviamos para programas de reintrodução e fazemos nossa parte na Educação ambiental”.

Leia Também

Últimas Notícias