Menu
domingo, 21 de outubro de 2018
Região

Polícia tenta localizar suspeito que trocou tiros com PM em Ibaté

20 Mar 2014 - 09h17
0 - 0 -

A Polícia Civil e Militar das cidades de Ibaté e São Carlos, bem como de toda região tentam identificar e prender integrantes de uma suposta quadrilha que teria montando um plano para realizar na manhã desta quarta-feira (19) um atentado contra um policial militar na cidade de Ibaté. O 1º Tenente Rafael Machado informou que a Polícia Militar está apurando todas as hipóteses, porém devido o marginal não ter anunciado o roubo não está descartada a de um atentado contra o PM que estava no caixa da loja de conveniência. Ele disse que o soldado agiu com lisura e conseguiu evitar mortes no estabelecimento.  

 

Troca de tiros

Por volta das 10h50 o policial militar de 29 anos, que estava de folga, se dirigiu a loja de conveniência do posto de combustíveis, localizado no cruzamento das ruas Floriano Peixoto e Domingos Cardoso em Ibaté, onde tomou seu café e quando se encontrava no caixa localizado na porta de saída pagando sua conta, surgiu o Siena, cinza, 2002, placas DGA 5620 - São Paulo que parou na rua Domingos Cardoso ao lado do posto. Do veículo desembarcou um homem que calmamente seguiu para a entrada da loja de conveniência e ao defrontar com o policial colocou a mão na cintura e em tom afirmativo disse “você está armado”.  O PM ao virar-se percebeu que poderia ser morto e de imediato sacou sua arma particular, um pistola Taurus, calibre 380 enquanto o marginal retirou da cintura também uma pistola e disparou o primeiro tiro contra a cabeça do PM que se esquivou, correu para o interior da loja de conveniência e disparou o primeiro tiro contra o vidro na direção do marginal que deu mais um tiro e saiu correndo pulando na garupa de uma motocicleta Yamaha Fazer que estava com a placa encoberta. A moto era pilotada por um terceiro integrante do bando que estava parado a cerca de 30 metros do posto. Após a troca de tiros os bandidos partiram em alta velocidade com destino ao trevo da cidade escoltados pelo Siena que também desapareceu. Quando o PM saiu da loja ainda correu atrás dos marginais e chegou a disparar um segundo tiro contra os ocupantes da motocicleta, porém não acertou.

Alertados, policiais do Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM) comunicaram todas as viaturas de Ibaté que seguiram para o posto, bem como fecharam os trevos do município, enquanto a PM de São Carlos, Ribeirão Bonito, Dourado, Araraquara, e também a Polícia Militar Rodoviária iniciaram um grande cerco nas rodovias da região para tentar encontrar a motocicleta, o veículo e os integrantes do bando.

O tenente Machado informou que tanto a motocicleta, quanto o Siena já estavam em Ibaté há dias monitorando policiais militares em folga ou até mesmo o próprio posto de combustível, pois uma funcionária teria regressado do banco quando ocorreu o ataque, mas, segundo ele não realizou nenhum depósito ou saque pois estaria fora do expediente bancário, o que reforça a hipótese de um possível ataque contra o PM.

O tenente Machado informou que o policial militar está bem e não sofreu qualquer ferimento e seria encaminhado primeiramente à Polícia Civil para confecção do Registro Digital de Ocorrência (RDO) sobre disparo de armas de fogo e tentativa de homicídio.

O delegado Wilton Gonçalves Garcia também esteve no posto, onde realizou os primeiros levantamentos e segundo ele todas as hipóteses levantadas estariam sendo investigadas. O delegado também informou que toda a ação foi filmada por câmeras de segurança do posto e as imagens estariam sendo recolhidas pela Polícia Civil, pois vão auxiliar nas investigações. O perito criminal recolheu no local do tiroteio duas cápsulas deflagradas de pistola Taurus, calibre 380 que seriam do PM e duas de 9 milímetros que seriam de uma pistola Luger, arma de uso restrito que estaria na posse do marginal.      

O tenente Machado disse que ninguém do posto ou dos comércios da região saiu ferido na ação e que a Polícia Militar continuará prestando auxilio à comunidade e combatendo o crime com todo rigor. Ainda segundo ele as cidades de São Carlos, Ibaté, Ribeirão Bonito, Descalvado, Porto Ferreira e Santa Rita do Passa Quatro que compõe as companhias da área de atuação do 38º Batalhão estão sendo reforçadas para que nenhum outro caso como este volte a ocorrer. Sobre um possível alerta de ataque de facções criminosas devido a greve de agentes de penitenciárias no Estado de São Paulo o oficial da Polícia Militar disse que tudo está sendo investigado. “Nós recebemos diariamente das nossas centrais de informações relatórios e alertas atualizados para nos organizar. No momento nós tínhamos uma suspeita com relação a um indivíduo de Ribeirão Preto que poderia estar envolvido num plano de possível atentado contra um policial militar na nossa região, mas nós não temos a confirmação deste individuo ou no seu envolvimento neste fato em si, mas, a investigação por parte da Polícia Civil vai considerar todas as hipóteses e esta hipótese será investigada”, concluiu o oficial da Polícia Militar.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias