Seg, 24 de Julho de 2017
Tamanho da Letra: mais menos
10/09/2012 - 15h29   |   Atualizado em 10/09/2012 - 17h28
Redação São Carlos Agora

SCA flagra abusos no balneário do Broa

Motociclistas passeiam pelo local sem capacete e muitas crianças andam no porta-malas dos veiculos.

Milhares de pessoas aproveitaram o feriado de muito sol para ir até a Represa do Broa em Itirapina. A reportagem também esteve lá a pedido de leitores para constatar os abusos praticados por alguns freqüentadores.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nossa permanência durou pouco mais de três horas, tempo suficiente para flagrar muitas pessoas pilotando motos e quadriciclos sem capacete. Crianças eram transportadas sem nenhuma proteção no porta-malas dos veículos.

O consumo exagerado de álcool era notável. Muitos dos motoristas assumiam o volante após ingerir bebidas alcoólicas. Menores também eram vistos dirigindo veículos e consumindo cerveja.

O barulho ensurdecedor dos potentes sons instalados nos porta-malas também é uma das reclamações descritas pelos leitores que definem o balneário como uma terra de ninguém.

No final da avenida principal, próximo a represa, vários veículos ficaram atolados na grande quantidade de areia existente no cruzamento.

Outra reclamação dos proprietários de casas e chácaras foi a falta de água na região entre a sexta-feira e sábado. Por causa do problema alguns moradores foram até a portaria protestar e houve um principio de tumulto.

Outros disseram que havia cobrança desordenada na entrada de veículos, já que na sexta-feira o valor estava sendo arrecadado normalmente e no domingo não havia ninguém para cobrar nem na portaria, nem a tarifa do pedágio.

Durante a nossa presença no local avistamos apenas uma viatura da Polícia Militar com apenas dois policiais. Um número pequeno perto da quantidade de pessoas que estavam no balneário.

A nossa produção tentou entrar em contato com assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Itirapina, mas não obteve sucesso.

comments powered by Disqus