Menu
sexta, 19 de outubro de 2018
Região

Habitação: Lu Spilla conquista retomada das obras do CDHU

07 Ago 2014 - 09h01
0 - 0 -

Desde o início de seu governo, a Prefeita Lu Spilla lutou incansavelmente para conseguir retomar as obras das unidades habitacionais da companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano (CDHU).

Muitos foram os pedidos feitos diretamente ao Governador Geraldo Alckmin, além de reuniões com o Secretário de Estado da Habitação Marcos Rodrigues Penido, das quais participaram a Prefeita e seu Assessor Jurídico, Dr. Alessandro Magno de Melo Rosa.

Juntos expuseram tecnicamente todos os problemas e constrangimentos que a paralisação das obras acarretou na cidade.
Após todos os esforços, envios de ofícios, fotos do local, abordagem em encontros e reuniões, Lu alcançou junto ao Governo do Estado a retomada das obras 260 casas da primeira fase, que estavam paralisadas a mais de um ano e que agora seguem em ritmo acelerado. Além da autorização da abertura de licitação para inicio da segunda fase de construção, o que corresponde a mais 286 novas casas.

 “Fiquei muito feliz com essa importante conquista para nossa cidade e fui acompanhar de perto a retomada dos serviços, na ocasião conversei com os funcionários, que demonstraram empenho para que as obras sejam concluídas o mais breve possível, mas ainda assim reforcei o pedido”, contou a Prefeita.

Ainda de acordo com a Prefeita Lu Spilla, as novas moradias têm como principal objetivo atender o sonho de muitos ibateenses em conquistar a tão sonhada casa própria e se ver livre do aluguel.  As casas estão sendo construídas com dois e três dormitórios, todas possuirão itens do novo padrão de construção da CDHU, incorporados para oferecer mais conforto e qualidade de vida ao morador. Entre as melhorias estão o aquecedor solar, piso cerâmico, azulejo na cozinha e banheiro, esquadrias, estrutura de metal no telhado em substituição à de madeira, abrigo para botijão de gás, cobertura na área de serviço e muros divisórios entre as casas.

O CDHU está investindo na obra, mais de R$ 22.000.000,00 (vinte e dois milhões de reais) para a construção das unidades habitacionais, o que só foi possível devido a doação do terreno por parte da Prefeitura para o Estado a ser destinado exclusivamente para este fim. A área em questão era de propriedade da Usina Cosan/Raízen, tendo sua desapropriação efetuada pela Prefeitura Municipal pelo valor aproximado de R$1.500.000,00(Um milhão e quinhentos mil reais).

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias