Qui, 21 de Setembro de 2017
Tamanho da Letra: mais menos
17/05/2017 - 08h02   |   Atualizado em 17/05/2017 - 11h00

Entenda sobre a "briga" entre Paraná Filho e Airton Garcia que terminou na delegacia

A relação entre o prefeito Airton Garcia (PSB) e o vereador Paraná Filho- do mesmo partido- não é amistosa desde o início do mandato, mas na tarde desta terça-feira (16) o confronto ganhou contornos diferente e foi parar no Plantão Policial. Airton Garcia (PSB) e o secretário de Esporte, Edson Ferraz, registraram um Boletim de Ocorrência (BO) no início da noite contra Paraná após um discurso inflamado recheado de acusações.  

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Paraná chamou o prefeito de mentiroso, inconsequente, mau-caráter, picareta. Além disso declarou que São Carlos está sendo administrada por uma quadrilha de bandidos encabeçada por Airton Garcia. Na mesma altura o prefeito chamou o parlamentar de vagabundo.

 "Eu tenho 67 anos, nunca roubei nada de ninguém, tive uma vida honesta. Agora um cidadão só porque acha que é vereador tem o direito de chamar todo mundo de ladrão, de bandido. Eu vou no primeiro momento acionar o Justiça porque um cara que fala uma coisa dessa tem que provar e se não provar eu quero abrir um processo contra ele", disse Airton Garcia no Plantão Policial.

 "Não pode no meio do Legislativo, que tem vereadores honestos, ter um caluniador. Se ele não conseguir provar o que falou a meu respeito espero que a Câmara casse esse vagabundo, senão vai perder todo respeito que tem", acrescentou.

O prefeito disse que estaria registrando o BO e depois o advogado iria tomar as medidas cabíveis.

Sessão

Durante a sessão, o discurso do vereador Paraná Filho foi bastante inflamado. Ao assumir o microfone disse que Airton Garcia tinha prometido resolver o impasse em relação ao Capão das Antas com o INCRA para assentamento de trabalhadores. Só que no final de audiência no dia 8 deste mês  não cumpriu a promessa. 

"Teve uma audiência na Fazenda Pública entre a Prefeitura Municipal, o Incra e o alguns moradores do Capão das Antas. Mas infelizmente no dia da audiência tivemos uma triste decepção com o prefeito. De forma totalmente equivocada e arrogante, Airton Garcia disse que não teria nenhum interesse em  negociar a área do Capão da Antas com o Incra. Pois naquela região não havia produtores rurais e, ali, quem não era vagabundo era bandido", disse, prometendo que iria publicar em sua rede social um vídeo do prefeito pedindo voto naquela região no período eleitoral.

Na sequencia, exibindo duas matérias que saíram no jornal Folha São Carlos e Região, disse que o prefeito era mentiroso. "Nessa  matéria Airton Garcia disse que tinha dinheiro para comprar Ibaté, só que veio ele depois nessa outra informando que não tinha mais e que vai decretar calamidade financeira, eu não consigo entender. Alias, consigo sim. Vendo essas duas matérias eu consigo. Ele é um mentiroso, inconsequente, mau-caráter. Porque  a pessoa que faz o que o Airton Garcia faz não pode ser outra coisa senão picareta", declarou.

No final engrossou o discurso e falou que o prefeito é chefe de uma quadrilha. "A Prefeitura virou um balcão de negócio, negociasse os ovos da pascoa,  a merenda escolar, a compra de carne (suposto pedido de propina que a Policia Federal está investigando), o pagamento para empresa de lixo, a precarização da saúde para implantação de OS, que é dirigida por membro do partido  do prefeito. São Carlos está sendo administrada por uma quadrilha de bandidos e se vocês quiserem saber quem é o cabeça da bandidagem vai no  quarto andar e pergunta para o dr. Edson Fermiano (secretário de Governo). E se quiserem saber quem opera, pergunta para o Edson Ferraz (secretário de Esporte), de repente ele sabe informar. Mensalinho em São Carlos.Eu vou dar nome. Quem  encabeça a bandidagem? Airton Garcia Ferreira".

Questionado se tinha ouvido o que o vereador tinha declarado, Airton disse que não, mas o informaram.

 "Nesse mundo o vereador tem o direito de falar as coisas, mas não de caluniar os outros chamar uma pessoa que nunca roubou nada de ninguém de ladrão de bandido, onde vamos parar com um negócio desse".

(Abner Amiel/Folha São Carlos e Região)

 

 

comments powered by Disqus