Sab, 21 de Janeiro de 2017

Política

Tamanho da Letra: mais menos
11/01/2017 - 13h49   |   Atualizado em 11/01/2017 - 13h50
Leonardo Goy/Reuters

Temer diz que situação da segurança pública hoje envolve segurança nacional

O presidente Michel Temer reiterou nesta quarta-feira, 11, a informação sobre as liberações de recursos da União para a área da segurança pública, ressaltando que, embora não seja exatamente uma atribuição do Executivo federal, o quadro atual envolve a segurança nacional.

"Há uma preocupação da União federal com o fenômeno da segurança pública porque ele envolve hoje, quase, vamos dizer assim, em um certo exagero, a própria segurança nacional", disse Temer em discurso no início de reunião com o núcleo de infraestrutura do governo, no Palácio do Planalto.

Os comentários ocorrem depois que a primeira semana de 2017 foi marcada por violentas rebeliões em presídios no Norte do país que levaram à morte de quase 100 presos.

Temer também aproveitou o discurso para novamente comemorar a rapidez no andamento de reformas propostas pelo governo, ainda que apenas a que limita os gastos públicos já tenha sido aprovada em definitivo no Congresso.

A reforma do Ensino Médio ainda depende de aprovação do Senado, enquanto a reforma da Previdência e as mudanças na legislação trabalhista estão em estágios iniciais de tramitação.

"Foi uma vitória termos chegado nestas quatro reformas fundamentais pré-anunciadas no passado e que foram realizadas em um tempo muito curto", disse.

O presidente ressaltou que 2017 "é um ano fundamental porque é um ano de consolidação, digamos assim, daquilo que nós fizemos, todos fizemos, no segundo semestre de 2016".

comments powered by Disqus