Menu
segunda, 18 de junho de 2018
Polícia

Viatura cai da ponte e fere três policiais e cinco presos

06 Dez 2007 - 12h50Por Redação São Carlos Agora
Claúdio Dias/Tribuna ImpressaUma viatura da Polícia Civil que transportava cinco presos de uma audiência em Taquaritinga perdeu o controle e caiu de uma ponte no inicio da vicinal Francisco Malzoni, em Rincão, por volta das 16h30 de ontem. A queda de aproximadamente cinco metros de altura deixou três policiais e cinco detentos feridos. Todos foram socorridos ao Pronto-Socorro da cidade com ferimentos leves. O acidente atraiu dezenas de curiosos ao local e ao hospital sob forte esquema de segurança para a continuidade da escolta. O incidente de ontem, segundo policiais civis, era uma tragédia anunciada em razão do transporte diário de presos na região.A Polícia Militar foi quem registrou o acidente. As primeiras informações são de que o investigador José Roberto Cerri, que dirigia a Veraneio, ano 92, perdeu o controle no trecho em curva e bateu contra um barranco. A caminhonete desgovernada atravessou uma barreira e caiu da ponte. A também investigadora Normandia Elias Guimarães e o carcereiro Roberto Narducci ficaram feridos com a batida. O impacto foi tão forte que o teto da viatura afundou, o pneu furou, os vidros estouraram e a lataria ficou toda amassada.Na parte traseira, os presos Almir Pereira Baricelos, do Centro de Detenção Provisória, Breno Henrique dos Santos, Wellington Rodrigo Lucindo e Gustavo de Almeida Passos, do Centro de Ressocialização, e Claudinei Aparecido da Costa, que cumpria pena por pensão alimentícia na cadeia de Rincão, também se machucaram. Só Gustavo foi medicado e liberado ao CR. Os demais foram trazidos até a Santa Casa de Araraquara para serem avaliados. A expectativa é que todos voltariam aos presídios no final da noite. Um deles, inclusive, reclamava de dores na coluna.Policiais da DIG e da Dise de Araraquara ajudaram na escolta do hospital. A viatura acidentada teve perda total. Os policiais que são de Taquaritinga seriam medicados com calma quando voltassem a cidade. A polícia não informou por qual crime cada um dos presos está detido. A perícia deve diagnosticar a causa do acidente. Em entrevista anterior, o delegado Seccional, Valmir Granucci, garantiu que esse tipo de transporte de detentos continuará a ser realizado na cidade. A Associação dos Investigadores do Estado de São Paulo promete questionar a função.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias