Menu
terça, 21 de agosto de 2018
Polícia

Rocam localiza farta quantidade de drogas e cápsulas no Monte Carlo

05 Out 2007 - 09h40Por Redação São Carlos Agora
Policiais Militares da Rocam (Rondas Ostensivas com Apoio de Motos), conseguiram localizar na tarde de ontem farta quantidade de drogas e de cápsulas plásticas utilizados para embalar cocaína no bairro Monte Carlo, zona sul da cidade. Todo o material estava escondido na mata que fica entre esse bairro e a favela do Gonzaga. O rapaz que estava no local tentou dar “pinote”, que na linguagem policial quer dizer que ele tentou se evadir da guarnição policial. Perseguido ele foi detido dentro da mata. Na Dise o auxiliar de granja S.J.A.,21, declarou que estava em São Carlos há um ano, e ficou revoltado com a prisão e disse que a droga não era sua. Segundo informações o rapaz era de Araçatuba.O encontro das drogas aconteceu às 15h20. Os policiais, cabo Gouveia e soldado Leandro, deslocaram-se até o Monte Carlo onde havia denúncia de que na mata situada na confluência das ruas Geraldo Bretãs com José Scalla haveria drogas escondidas e que S.J.A. estava vendendo entorpecentes pelo bairro.Chegando na mata, os militares avistaram o acusado que tentou fugir. “Tínhamos a denúncia de que este indivíduo estava vendendo drogas pelo Jardim Gonzaga, quando adentramos em uma mata próximo a rua Geraldo Bretãs esse rapaz tentou evadir-se, mas acabou sendo detido ao sair da mata por outra viatura, próximo de onde ele estava encontramos as cápsulas e as drogas”, explicou Gouveia.Os policiais encontraram enterrados, 3 mil cápsulas plásticas utilizadas para embalar cocaína sem a droga, outras 25 cápsulas com a droga, 60 invólucros pequenos de maconha, quatro tabletes e um tijolo da mesma droga. Gouveia explicou que S.J.A., trabalhava para uma outra pessoa que comanda o tráfico naquela região.O auxiliar foi conduzido ao prédio da Delegacia de Entorpecentes. Ele disse à reportagem que a droga não era sua e não se conformava com a prisão. Falou ainda que os entorpecentes estavam de um lado da mata , oposto de onde ele foi detido.A delegada Denise Gobbi Szakal, ouviu os policiais e o acusado e deliberou pela prisão em flagrante por tráfico de drogas. No início da noite, S.J.A., foi encaminhado para o centro de triagem de São Carlos.Questionado sobre as constantes prisões de traficantes na cidade, cabo Gouveia disse que isso é como uma praga que não se consegue eliminar nunca e fez um alerta as crianças. “Prende um e aparece dois no lugar e assim sucessivamente, as crianças de hoje tem mais de que estudar do que ficar se envolvendo com esses problemas”, finalizou.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias