Menu
segunda, 28 de maio de 2018
Polícia

“Riquinho” é ouvido na primeira audiência em Leme

18 Fev 2014 - 09h25
0 - 0 -

Na tarde desta segunda-feira (17) a Justiça Criminal de Leme realizou a primeira audiência sobre o assassinato da doméstica Maiara Cristina de Oliveira, 25, morta no dia 3 de janeiro do ano passado na área rural de Leme. O principal acusado pelo crime é o ex-funcionário público municipal comissionado José Enrique Vendrasco, 53, o “Riquinho”. A vítima estava grávida de sete meses e o feto desapareceu.

O advogado criminalista Arlindo Basílio diz ter certeza que não foi Vendrasco quem puxou o gatilho da arma para matar Maiara. Segundo ele, duas novas testemunhas do juízo e da acusação foram ouvidas no Fórum Criminal de Leme. Parte do inquérito ainda segue sobre segredo de Justiça, porém a reportagem apurou que o ex-presidiário Vander Fabiano da Silveira, 30, que chegou a ser pronunciado como co-autor do crime agora responde pelo crime de porte ilegal da arma que matou Maiara.

A audiência teve início por volta das 13h30 e Fabiano que segue respondendo pelo crime em liberdade foi o primeiro a chegar no Fórum de Leme. Vendrasco chegou mais tarde escoltado por policiais militares de São Carlos.  Já no início do mês de março, o Poder Judiciário de Leme, ainda deverá ouvir inúmeras testemunhas de acusação e defesa e em todas estas audiências “Riquinho” e “Fabiano” deverão acompanhar com seus defensores os depoimentos de cada testemunha. Eles não deverão ser ouvidos sobre o desaparecimento do filho de Maiara.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias