Menu
sábado, 26 de maio de 2018
Polícia

Polícia Civil ouve pessoas envolvidas no caso dos uniformes escolares que seriam comprados em São Carlos

29 Abr 2014 - 16h52
0 - 0 -

Nesta semana o delegado adjunto da Delegacia Seccional de São Carlos, Geraldo Souza Filho, deverá ouvir outras pessoas que tiveram envolvidas e denunciaram o suposto processo de registro de preços para a compra de uniformes escolares através da equipe do prefeito Paulo Altomani (PSDB). O caso chegou ao Ministério Público (MP) em dezembro do ano passado, que após analisar a denúncia formulada inicialmente na esfera federal abriu um procedimento para apurar as denúncias do vereador Roselei Françoso do Partido dos Trabalhadores (PT). Ele considerou o valor orçado de R$ 9,5 milhões cobrado pela empresa vencedora abusico.

O delegado informou que a cerca de 20 dias instaurou um Inquérito Policial (IP) para apurar os fatos e descobrir a verdade sobre a tal licitação. Segundo ele a Polícia Civil vem colhendo o depoimento de pessoas que tiveram acesso ao caso da compra de uniformes escolares.

Souza Filho disse que o vereador foi ouvido na semana passada e reafirmou sua denúncia sobre a licitação para compra dos uniformes escolares que não chegou a ser concluída. Outras pessoas também já foram ouvidas e uma delas seria uma pessoa civil que também levou o caso ao Ministério Público Federal (MPF). O delegado disse ainda que deverá pedir uma dilatação do prazo de 30 dias para concluir o inquérito policial, pois, segundo ele outras pessoas, inclusive da prefeitura e da empresa que seria contratada deverão ser ouvidas para falar a respeito do assunto, porém ele já adiantou que não ocorreu a compra dos uniformes e a princípio não teria ocorrido  saída de dinheiro dos cofres públicos.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias