Menu
sexta, 19 de outubro de 2018
Polícia

Polícia Civil investiga acidente grave ocorrido na avenida Getúlio Vargas

29 Abr 2008 - 23h05Por Redação São Carlos Agora
Investigadores do 4º Distrito Policial, chefiados pelo delegado Geraldo Souza Filho iniciaram as investigações para apurar um grave acidente ocorrido na noite do último domingo na avenida Getúlio Vargas, quando na ocasião deixou o vendedor João Mendonça Junior, 20, gravemente ferido.O acidente ocorreu por volta das 19h30. A PM foi acionada para atender um acidente envolvendo uma motocicleta e uma caminhonete no cruzamento da avenida Getúlio Vargas e rua Joaquim Botelho de Fonseca, Jardim São Paulo.No local os policiais constataram que enfermeiros do SAMU haviam socorrido em estado grave o vendedor. Ele estava com fraturas expostas no braço direito, trauma de tórax e foi levado inconsciente até o SMU da Santa Casa. Na ocasião a vítima teve que ser internada na UTI.Segundo apurado, os policiais militares tiveram que intervir, pois vários populares revoltados queriam agredir o representante comercial Gilberto Zapparolli, 55, o qual informou que seria o motorista da caminhonete S-10, 2.4 – S, verde, 2001, placas KEI 5694 – São Carlos e que havia colidido contra o motoqueiro. Os populares alegavam que o condutor da caminhonete estaria alcoolizado e tentava fugir do local, por isso resolveram detê-lo.A Colisão– No boletim de ocorrência, consta que Zapparolli, transitava com sua caminhonete pela avenida Getúlio Vargas, sentido rodovia Washington Luiz – Praça Itália, quando ao atingir o cruzamento da rua Joaquim Botelho de Fonseca, teria adentrado repentinamente a esquerda, sem tomar os devidos cuidados. Nesse momento, Junior que vinha com sua motocicleta Honda CBX Twister, 2004, preta, placas DKL 4822 – São Carlos, em sua correta mão de direção acabou colidindo violentamente contra a caminhonete.Consta ainda no boletim de ocorrência, que enquanto era interrogado sobre o acidente, o condutor da caminhonete aparentava estar embriagado, pois exalava odor etílico, bem como estava cambaleando e tinha os olhos avermelhados. Devido a esse fato, sua caminhonete foi recolhida ao pátio municipal. A motocicleta foi liberada ao pai do vendedor e posteriormente o representante comercial foi levado ao plantão policial, onde o delegado Aldo Donizete Del Santo, mediante as informações requisitou exame clínico de dosagem alcoólica. No plantão foi elaborado boletim de ocorrência sobre averiguação de embriagues ao volante e lesão corporal dolosa. Após o registro, o representante foi liberado. Na manhã de hoje, o caso foi encaminhado aos cuidados do delegado Geraldo Souza Filho, no 4º Distrito Policial, o qual já deu início às investigações.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias