Menu
quinta, 18 de outubro de 2018
Polícia

Pintor cai de andaime e morre na Santa Casa

23 Fev 2009 - 08h54Por Redação São Carlos Agora
O 1º Distrito Policial de São Carlos deverá apurar a morte do pintor Vedier da Cruz de Paula, 31, e de um colega de trabalho, que caíram de um andaime quando realizavam trabalhos a uma altura de 10 metros.

Segundo apurado, na noite de sexta-feira, por volta das 18h45, o delegado Geraldo Souza Filho que respondia pelo Plantão da Polícia Civil de São Carlos, foi alertado por uma funcionária da Santa Casa, que Vedier, o qual havia dado entrada naquele hospital em estado gravíssimo, teria falecido.

Apurando o caso, a polícia descobriu que naquela tarde por volta das 16h10, Vedier acompanhado de um amigo de trabalho, realizava sobre um andaime reformas em um prédio localizado na rua Adolfo Catani, no Jardim Macarenco.

Ainda segundo informações, Vedier ao se encontrar sobre o andaime, teria encostado em uma fiação, recebendo uma descarga elétrica de aproximadamente 11 mil volts e como estava no trabalho em alturas, ele e o amigo vieram a se desequilibrar, despencaram ambos do andaime caindo na calçada defronte ao prédio.

Os dois sofreram ferimentos, porém Vedier além dos ferimentos, devido ao choque, teve o corpo queimado. Populares acionaram a Unidade Resgate do Corpo de Bombeiros que socorreu os dois amigos para a emergência do Serviço Médico de Urgência (SMU), onde após ser medicado, o amigo do pintor foi internado em observações com ferimentos leves.

Socorrido sem identificação, Vedier chegou a ser internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e no início da noite, o pai do pintor, foi localizado e esteve na Santa Casa para realizar a internação do filho, porém acabou sendo informado de sua morte.

Após ser comunicado do fato, o delegado Geraldo Souza Filho determinou que o corpo do pintor Vedier da Cruz de Paula, 31, fosse encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passou por necropsia e pela manhã de sábado foi liberado à familiares que realizaram seu funeral na tarde daquele dia no cemitério Nossa Senhora do Carmo.

O caso deverá na manhã de quarta-feira, ser encaminhado ao delegado Gilberto de Aquino, no 1º Distrito Policial que deverá ouvir o amigo do pintor para saber o que teria ocorrido durante o trabalho.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias