Menu
quinta, 18 de outubro de 2018
Polícia

Operação da Força Tática ?derruba? centrais telefônicas clandestinas

As centrais foram encontradas em 3 pontos diferentes

30 Nov 2006 - 01h12Por Redação São Carlos Agora
0 - 0 -
Policiais Militares da Força Tática, sob o comando do Tenente Roney conseguiram estourar na noite de ontem (29) 4 possiveis centrais telefônicas clandestinas que funcionavam em beneficio de bandidos. A primeira apreensão aconteceu no inicio da noite no Bairro Cidade Aracy II, onde os Policiais conseguiram encontrar na residência de uma mulher de 32 anos, uma linha telefônica e uma conta no valor de R$ 1.700,00. A segunda apreensão aconteceu no número 1557 da rua 7 do Antenor Garcia, Zona Sul da cidade. Através de varias denuncias via 190 os Policiais conseguiram encontrar na casa diversos aparelhos celulares e telefones fixos, é um computador, além de anotações e contas telefônicas. A central funcionava da seguinte forma: Bandidos que estariam presos em presídios do estado de São Paulo telefonavam para esta central, que por sua vez transmitia informações para outras pessoas, funcionando como uma espécie de “Agencia de Recados”. Na residência também foram encontrados possiveis documentos que indicam, que no local eram feitos controle financeiro e contabilidade para supostos marginais. Consultado sobre o nome em que estavam as duas linhas do local, foi verificado que elas não se encontravam em nome do morador da residência. Em outro local próximo, mais precisamente no conjunto Habitacional do Jardim Gonzaga outra equipe recebeu a informação que em um dos apartamentos existia outra central, porém ao verificar foi constatado vários fios de telefone provenientes da caixa de distribuição da companhia telefônica , mas não foi caracterizado como uma central telefônica clandestina. No outro lado da cidade, na Rua Julio Prestes de Albuquerque, Vila Jacobucci, local já conhecido da Policia por ser ponto de venda de drogas. No fundo da residência os Policiais conseguiram encontrar 3 aparelhos telefônicos, cada um habilitado em linhas com nomes diferentes, além de várias anotações com contatos telefônicos. A suspeita e que a possível central também funcionava como uma “Ponte” a favor de delinqüentes para passar informações de um local para outro. Os responsáveis pelas Centrais foram conduzidos até o Plantão Policial, onde foram autuados pelo crime de estelionato, sendo liberados em seguida. Telefones, celulares e  carregadores foram apreendidos. Não foi descartada a ligação destas pessoas com a Facção Criminosa que atua em presídios do Estado de São Paulo.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias