Ter, 17 de Outubro de 2017
Tamanho da Letra: mais menos
20/03/2017 - 08h55   |   Atualizado em 20/03/2017 - 17h22
Redação São Carlos Agora

Polícia Civil esclarece tentativa de homicídio que envolveu proprietário e inquilino

Na última sexta-feira (17), a Polícia Civil conseguiu esclarecer mais uma tentativa de homicídio que ocorreu na região sul de São Carlos, quando uma discussão entre inquilino e proprietário por pouco não terminou em tragédia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Saiba mais

Mesmo com aluguel atrasado há 2 anos, inquilino não aceita cobrança e ameaça locatários de morte

Segundo apurado pela reportagem do portal São Carlos Agora, o Calheiro V.R.C., 50, teria alugado uma casa no bairro Cidade Aracy para o pintor de paredes P.R.C.S., 28, conhecido como Paulinho, pelo valor de R$ 600,00, porém o inquilino acabou atrasando o pagamento por problemas pessoais.

Na manhã do dia 28 de fevereiro o calheiro encontrou Paulinho em frente a sua casa discutindo e ofendendo a sua mãe por causa dos alugueis atrasados.

Houve uma discussão e Paulinho apanhou um facão e desferiu vários golpes contra o veículo Corola do calheiro. O carro do calheiro ficou bastante danificado e ele esteve no plantão policial para registrar a ocorrência.

A confusão não acabou por ai. No dia 2 deste mês, Paulinho pediu para o padrasto para que o levasse até a casa do Calheiro, no Santa Felícia, para "cobrar a bronca", porém V.R.C. não foi encontrado na residência.

No retorno para casa, na avenida Regit Arab, no Cidade Aracy I, Paulinho encontrou o Calheiro e aproveitando que ele estava de costas apanhou um facão e desferiu dois golpes em seu pescoço.

Imaginando ter assassinado o Calheiro, Paulinho fugiu do local, mas dias depois descobriu através da imprensa que a vítima havia sobrevivido.

Após investigações do 2º Distrito Policial, a equipe do delegado Walkmar da Silva Negré conseguiu localizar o acusado que foi indiciado pelo crime de tentativa de homicídio. Depois de ser ouvido ele foi liberado. O facão usado no crime foi apreendido.

 

comments powered by Disqus