Menu
quinta, 16 de agosto de 2018
Polícia

Mãe desesperada busca informações da filha de 15 anos desaparecida

17 Out 2007 - 00h40Por Redação São Carlos Agora
0 - 0 -
Foto do álbum da família. Quem souber alguma informação sobre o paradeiro desta adolescente que entre em contato conosco.A técnica contábil Raimunda Maria Borges da Silva de 48 anos procurou a nossa redação e outros órgãos de imprensa no começo desta semana no intuito de localizar a sua filha, Alvanneza Silva da Paixão de 15 anos. Segundo Raimunda a garota saiu de casa na noite do dia 29 de setembro para ir até um bar na rua 7 de setembro. Ela voltou para a casa no dia 03, para pegar objetos pessoais. Neste dia a mãe estava ausente pois estava trabalhando. Desde então Alvanneza nunca mais manteve contato com a mãe que já tentou ligar várias vezes para o seu celular, só que pessoas estranhas atendem dizendo que o telefone não pertence mais a ela. A garota desapareceu juntamente com uma amiga de 17 anos que também não manteve mais contato com os familiares.
Na semana que passou Raimunda foi até o 1º Distrito Policial, onde registrou o boletim de ocorrência informando o desaparecimento da filha. Até o momento não há pistas do paradeiro de Alvanneza. Em entrevista a nossa reportagem, Raimunda disse que no dia 28 de setembro, sexta-feira, a filha pediu para ir ao bar do Pira na rua 7 de Setembro junto com a amiga que havia conhecido há poucos dias e que mora no São Carlos VIII. A mãe pediu para a filha não retornar muito tarde, mas a mesma contrariou o pedido da mãe. “No outro dia por volta das 19hs, ela se arrumou e disse que iria novamente ao bar, esperei a amiguinha dela sair e a adverti dizendo que ela deveria chegar cedo e que não repetisse a teimosia do dia anterior”.Depois disso Raimunda nunca mais teve contato com a filha. Ela passou a ligar desesperadamente para o celular de Alvanneza, porém quem atendia era uma pessoa estranha que dizia que o celular não era mais dela. Segundo a mãe, o relacionamento com a filha sempre foi o melhor possível e sempre aberto, e disse ainda que a menina nunca teve problemas com a Polícia e pelo que sabe a filha não é viciada em drogas ou álcool.No dia 03 deste mês, Raimunda relatou que a filha voltou para a casa somente para pegar algumas roupas e desapareceu. “Depois de alguns dias ela voltou para pegar algumas coisas e desde esse dia não sei mais dela. Às vezes amigos ligam falando que viram ela em determinado local, mas nada de concreto, inclusive já falaram que a viram no Jardim Gonzaga, outro disse que viu na Cidade Aracy, outro no centro, cada um fala uma coisa diferente, o certo e que ninguém sabe onde ela está”.Perguntado se a filha estava namorando, a mãe disse que ela havia conhecido um rapaz há poucos dias. “Ela conheceu um rapaz no domingo (23 de setembro) no café Cancun, esse rapaz apareceu de moto lá em casa durante três dias, na terça, quarta e na quinta-feira e quando foi na sexta a minha filha com a amiguinha sempre junto disse que iria passear no Pira, eu até perguntei como ela ia passear se estava namorando o rapaz, ela falou que ele iria encontrá-la no bar, mas no domingo (30) este rapaz apareceu lá em casa procurando por ela”.
Raimunda está desesperada em busca da filha e pede a quem possa ajudar que entre em contato. Quem tiver alguma informação pode ligar para o 1º Distrito Policial da Vila Nery pelo telefone 3372-1163, para a Polícia Militar através do 190 ou mesmo enviando uma mensagem pelo nosso portal.  
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias