Menu
quinta, 19 de julho de 2018
Polícia

Gráfico é preso após fugir armado do terminal de integração em São Carlos

29 Dez 2007 - 11h45Por Redação São Carlos Agora
Na noite de sexta-feira policiais da Base Móvel da Polícia Militar após intensa caçada conseguiram prender em uma mata de acesso ao bairro Estância Suíça o gráfico Eduardo Fernando Bôer, 26, que acabava de chegar a São Carlos com a família armado com um revólver para passar a virada do ano na região de Santa Eudóxia.Segundo apurado os policiais Aparecido e Lígia, da Base Móvel da PM realizavam rondas preventivas na região do terminal rodoviário de São Carlos, quando foram eles abordados por transeunte que informava ter visto um homem, com tatuagens em um dos braços, acompanhado de um mulher e duas crianças transportando uma arma na cintura um revólver, o qual após desembarcar de um coletivo intermunicipal teria seguido para o terminal de integração na avenida Trabalhador São-carlense.Com as características do suspeito os PMs se dirigiram ao terminal e avistando o suspeito, o abordaram para uma revista com vistas a suposta arma que o mesmo estaria transportando.Ao ser abordado o gráfico Eduardo Fernando Bôer, 26, residente na Rua Pirizal, 21, no bairro Monte Castelo em Campo Grande – MS disse que e estaria com destino ao sub-distrito de Santa Eudóxia. Ao ser pedido para o mesmo levantar os braços para uma revista rotineira da polícia, Bôer, saiu correndo em direção a Rua Rui Barbosa e passou a ser seguido pelos policiais Aparecido e Lígia, que por rádio pedia apoio de demais viaturas ao perceber que o gráfico, teria sacado da cintura um revólver, cujo suspeito percebendo que o policial estaria o alcançando chegou a virar para trás apontando a arma para o PM que devido ao local, com a arma em punho não realizou disparos para não atingir inocentes que caminhava pela avenida.Sempre correndo e seguido pelo policial Bôer, ao passar nas proximidades de uma garagem de veículos jogou o revólver em um terreno baldio e continuou a fuga adentrando em um matagal existente e um enorme terreno no cruzamento da avenida Trabalhador São-carlense com a Rua Rui Barbosa.Em apoio aos policiais, viaturas de Força Tática e Radio Patrulhamento Padrão (RPP) cercaram toda a região, quando minutos após o soldado Aparecido, conseguiu deter já sem camisa Bôer, que tentava se esconder em um ponto que não seria visto pelos policiais.Agora algemado, o gráfico, foi levado para o local onde encontravam-se as viaturas e realizando buscas no terreno em que teria jogado a arma visto durante a fuga, os PMs acabaram encontrando jogado naquele local o revólver Taurus, calibre 32, com a numeração raspada, o qual estava carregado com três munições intactas e uma deflagrada. Percebendo que a arma etária quente, um dos policiais ao abrir o tambor da arma, percebeu que havia um projétil travado no cano do revólver o qual possivelmente teria impedido o disparo do cartucho que foi picotado. Os policiais suspeitam que durante a fuga, o gráfico teria tentado atirar contra o policial para intimidá-lo e desistir da perseguição.Indagado, Bôer, disse que teria corrido devido ter fumado um “baseado” (cigarro de maconha), minutos antes da chegada da viatura e que sua esposa com os filhos estaria no terminal de integração o aguardando. A mulher com os filhos do casal seguiu para Santa Eudóxia, onde passará a virada do ano em companhia dos pais e Bôer, foi encaminhado ao Plantão da Polícia Civil, onde após ser ouvido pelo delegado Aldo Donizete Del Santo, foi autuado em flagrante pela prática do porte de arma e no início da madrugada deste sábado, foi encaminhado ao Centro de Triagem (CT) de São Carlos, onde aguarda transferência para o centro de Detenção Provisória (CDP) de Itirapina.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias