Menu
sábado, 15 de dezembro de 2018
Polícia

Estudante universitário é preso com Ecstasy e LSD

28 Jan 2008 - 20h36Por Redação São Carlos Agora
Policiais da DISE prenderam na tarde de hoje um estudante universitário de 23 anos, acusado de tráfico de drogas. Com ele foram apreendidos Ecstasy e LSD. Também foram apreendidos Haxixe, maconha, dinheiro e diversos “tubinhos” que provavelmente eram utilizados para acondicionar cocaína. O rapaz que era de classe média alta, alegou ser usuário de drogas e que iria consumir todo o entorpecente em um festival Rave. Essa foi a primeira apreensão de LSD realizada pela Polícia de São Carlos. Cada micro-ponto é comercializado em média por R$ 80,00.Os investigadores da DISE (Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes) estavam investigando o jovem R.G.P., 23, há tempos. Denúncias davam conta que ele utilizava um Celta prata para realizar as entregas das drogas para diversos viciados da cidade. Na tarde de hoje os policiais receberam a informação que o rapaz iria fazer uma entrega na casa do próprio primo, que mora na rua João de Oliveira, 149, em Vila Carmem. Por volta das 16h os policiais se posicionaram próximos ao local e aguardaram a chegada do estudante. Quando o mesmo encostou o carro foi abordado pelos investigadores e ao ser revistado foram encontrados sem seu poder, sete pontos de LSD, conhecido como “doce” e 18 comprimidos de ecstasy, mais conhecido como “bala”. Já na casa do primo, A.L.P.G., de 20 anos os policiais acabaram encontrando quatro porções de haxixe e diversas cápsulas vazias que provavelmente seriam utilizadas para acondicionar cocaína. Com a autorização do acusado, os policiais foram até a sua casa, localizada na rua São Sebastião, 2358, centro, e acabaram encontrando mais duas porções de maconha. No local também foram apreendidos R$ 390,00 em dinheiro, além do carro do estudante.O rapaz declarou que nunca vendeu drogas e que aquilo tudo era para o seu consumo, e que ele e a namorada faziam o uso do entorpecente em festas raves. A delegada Denise Gobbi Szakal, titular da DISE disse que as drogas sintéticas são vendidas geralmente para viciados de classe média alta e alta e que cada ponto de LSD chega a custar em média R$ 80,00 e os comprimidos de Ecstasy em torno de R$ 70,00.O estudante foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e conduzido ao centro de triagem local. Já o primo foi liberado. R.G.P., deverá ser transferindo ainda hoje para o Centro de Detenção Provisório de Itirapina.

Ecstasy: a "droga do amor"
O princípio ativo do ecstasy é o MDMA (metileno-dimetoxi- metanfetamina), que estimula a produção de serotonina no cérebro, substância responsável pela sensação de prazer. A sensibilidade do usuário aumenta, as luzes ficam mais fortes, o corpo amolece e, por isso, o ecstasy é chamado também de droga do amor.
O que é o LSDO nome LSD, ou LSD-25, é uma abreviatura de dietilamina do ácido lisérgico. O princípio ativo da droga é o MDMA, ou Metilenodioxometanfetamina, e apenas algumas frações de grama são necessárias para acarretar efeitos no ser humano; 0.05mg podem causar até 12 horas de alucinações. 
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias