Menu
quinta, 19 de julho de 2018
Polícia

Dois motoristas são presos enquadrados na lei seca

19 Jul 2008 - 17h15Por Redação São Carlos Agora
Mais dois motoristas foram presos em São Carlos por estarem dirigindo alcoolizados. As prisões ocorreram na região do Jardim Nova São Carlos e Morumbi.O primeiro motorista preso foi o guincheiro Aparecido Donizetti Marques Ribeiro de 50 anos. Por volta de 30 minutos deste sábado, os policiais do COPOM (Centro de Operações da PM) foram informados por um motorista, que estava transitando pela avenida Morumbi, que o condutor de um guincho com placas de Porto Ferreira, após após deixar uma lanchonete da área sul de São Carlos seguia para o trevo de acesso á SP 215 – rodovia Professor Luiz Augusto de Oliveira e que o motorista aparentando estar embriagado conduzia o guincho de forma perigosa, colocando em risco a vida de outros condutores e os próprios pedestres.Diante dos fatos uma viatura se dirigiu á avenida e deteve no trevo de acesso á rodovia municipal Domingos Inocentini (Estrada do Broa) e o anel viário da SP 215, o guincho Ford F-4000, 86, placas BUQ 6589 – Porto Ferreira, o qual era conduzido pelo guincheiro e mecânico Aparecido Donizetti Marques Ribeiro, 50, o qual ao ser abordado aparentando estar embriagado disse que estaria seguindo á Porto Ferreira, onde residiria.O mesmo foi detido e encaminhado e com apoio da Polícia Militar Rodoviária, os policiais realizaram o exame de etilômetro (bafômetro), o qual acusou que Ribeiro, apresentava 0,19 decigramas de álcool por litro de sangue.Diante dos fatos, Ribeiro, recebeu voz de prisão e teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) apreendida, bem como o guincho recolhido ao pátio municipal e posteriormente foi apresentado ao delegado Geraldo Souza Filho no Plantão da Polícia Civil que após ouvi-lo, o autuou em flagrante no artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) – dirigir sob efeito do álcool, cuja autoridade seguindo a lei 11.705 (lei seca), arbitrou uma fiança de R$ 305,00, cujo guincheiro, não tendo esta quantia, acabou sendo recolhido ao Centro de Triagem (CT), ficando à disposição da Justiça Criminal ou até o pagamento da fiança que permite responder pelo crime em liberdade.Lavador de carros– A segunda prisão ocorreu por volta das 2h45 desta madrugada. Uma viatura da PM foi deslocada até o anel viário da avenida Getúlio Vargas, onde havia ocorrido um acidente de trânsito. No local, os policiais detiveram o lavador de carros P.H.A.R.C., 24, o qual estava conduzindo o seu Apolo, 1990, cinza, placas BTM 7790 – São Carlos pela rua Raimundo Corrêa, sentido avenida São Carlos – Getúlio Vargas, quando perdeu o controle da direção e após subir na guia, acabou colidindo contra uma placa de sinalização.Detido, P., confessou que teria feito uso de álcool e desta forma foi encaminhado á Base da Polícia Militar Rodoviária, onde passou pelo exame de etilômetro (bafômetro), o qual acusou que em um volume de 1,5 litros de sopro no bafômetro, teria acusado que P., estaria com 0,79 decigramas de álcool por litro de sangue.Com o ticket expedido pelo bafômetro, os policiais militares deram voz de prisão ao lavador de carros que foi encaminhado à presença do delegado Geraldo de Souza Filho no Plantão da Polícia Civil, onde foi ouvido e pelo final da madrugada foi autuado em flagrante no artigo 306 do Código de Transito Brasileiro (CTB) e seguindo a lei 11.705, a autoridade policial arbitrou uma fiança de R$ 306,00, a qual foi paga e P., foi liberado por volta das 8h. Ele também teve o carro apreendido e encaminhado ao pátio municipal e sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) apreendida a qual poderá ficar apreendida por um ano se a Justiça Criminal de São Carlos confirmar todas as medidas aplicadas pela Polícia Civil.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias