Menu
domingo, 24 de junho de 2018
Polícia

Caso Lucas: após uma semana, menino continua desaparecido

27 Jun 2008 - 17h51Por Redação São Carlos Agora
O desaparecimento do menino Lucas Pereira, de três anos e 6 meses completou uma semana hoje. O garoto sumiu de forma misteriosa da casa dos avós maternos no Jardim Beatriz.
A Polícia ainda busca por informações que possam levar a alguma pista sobre o paradeiro de Lucas. Familiares do menino estão realizando contatos com pessoas que possivelmente teriam visto Lucas nas ruas de São Carlos.O pai de Lucas, o engenheiro da Petrobrás, Antonio Carlos Ratto, 56, implora para que a população da cidade ajude a Polícia a elucidar este caso. EleQuebrando o silêncio, o pai de Lucas, muito emocionado, o engenheiro da Petrobrás Antonio Carlos Ratto, 56, em entrevista ao programa do Maciel o repórter na rádio Clube AM se diz desesperado com o sumiço do filho.Ele implora para que a população ajude a polícia a solucionar este caso. Ele diz que quer apenas o filho de volta.  Antônio Carlos informou que o filho na verdade tem 3 anos e 6 meses, não dois anos e meio como anunciou a mãe, a desenhista de modas Marcelene Érika Pereira, 33, que também está em choque.Segundo ele, o filho nascido no 24 de dezembro de 2004, véspera do natal, sempre foi uma criança apegada a ele e não teria condições de adentrar a mata da antiga pedreira no Jardim Beatriz.Formado no campus da Universidade de São Paulo (USP) de São Carlos, o engenheiro há cerca de 30 anos presta serviços na Petrobrás do Rio de Janeiro, para onde se transferiu há 26 anos.Afastado de suas atividades pela própria Petrobrás, o engenheiro diz que aguarda um comunicado sobre o encontro do filho.“Eu fico o tempo todo grudado no telefone. A polícia tem dirigido um esforço enorme, a equipe do dr.Gilberto de Aquino, a equipe da Polícia Militar é incansável o trabalho deles, a todas as informações eles estão indo atrás, não estão medindo esforços pra desvendar este caso, pra descobrir este garoto, trazer ele de volta, à noite de dia, mas até agora nada”.             O engenheiro diz ter certeza que o filho está vivo e pede para que as pessoas que souberem de seu paradeiro, liguem à polícia e digam onde pode o menino ser encontrado.Muito abalado, Antônio Carlos pouco consegue falar sobre o desaparecimento do filho mais novo e a todo o momento só pede para a população ajudá-lo a encontrar o filho para que a família possa voltar a viver.“Meu filho é um garoto de apartamento, jamais ele passaria aquele arame farpado e entraria no mato. Jamais alguém chamando também, - vamos dar uma voltinha -,  ele iria. Ele não aceitaria convite algum”, diz Antonio Carlos.Muito abalado, Antonio Carlos disse, “Mal estava começando a falar agora (chora). Um anjo totalmente inocente, meu Deus, como é possível que alguém tenha a capacidade de fazer uma coisa dessas, se fosse com adulto, tudo certo, mas com uma criança totalmente inocente, ajude meu filho pelo amor de Deus”.O caso vem sendo investigado pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG), bem como a Polícia Militar vem realizando buscas em São Carlos para saber onde estaria Lucas. Segundo familiares, qualquer informação pode ser dada através dos telefones 197 (Polícia Civil) 3374-1596 (DIG) ou 190 (Polícia Militar).
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias