Menu
segunda, 22 de outubro de 2018
Polícia

Casamento entre pai e filha termina em tragédia

21 Jan 2009 - 14h56Por Redação São Carlos Agora
Há mais de 30 anos, BJR, 75, e a filha MAR, 51, viviam como marido e mulher em São Tomás de Aquino, próxima de Franca e Sul de Minas Gerais. Tiveram duas filhas. O relacionamento, que causava estranheza entre os vizinhos e era acompanhado de perto pelo Serviço de Assistência Social da cidade, terminou de maneira trágica.

Os detalhes do crime ainda são investigados pela polícia, mas a apuração inicial indica que depois de uma briga do casal, na sexta-feira, BJR matou MAR a golpes de facão. Em seguida, deu várias facadas em seu próprio abdômen. Uma das filhas do casal, que tem problemas mentais, presenciou toda a ação.

O assassinato ocorreu na sexta-feira, 16, por volta das 11h50. No meio de uma discussão, BJR teria dado um golpe de facão próximo à região da jugular de MAR. Após perceber que a mulher estava morta, ele teria pegado uma faca de cozinha e acertado duas vezes em seu abdômen.

Ao escutar barulhos de discussão na casa, os vizinhos foram verificar o que estaria acontecendo e acionaram o serviço de assistência social da cidade que acompanha a família há anos. Uma vizinha viu sangue saindo pela porta da sala e chamou a Polícia Militar.

Os policiais encontraram MAR caída no sofá, já sem vida, e Benedito no chão. Ele foi levado para o Pronto-Socorro da cidade e de lá encaminhado para a Santa Casa de Misericórdia de São Sebastião do Paraíso (MG).

A única testemunha de todo o crime é a filha do casal, de 25 anos. Com distúrbios mentais, ela não fala. Após o assassinato, ela foi encaminhada para o asilo da cidade. A reportagem entrou em contato com a assistência social de São Tomás, mas a assistente, que se identificou como Sílvia, disse não poder passar informações sobre a família. Não foi possível esclarecer onde está a mãe de MAR e ex-mulher de BJR.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de São Tomás. Ontem o delegado titular da cidade estava em São Sebastião do Paraíso, onde também atua. Mas também não foi localizado. Como ontem era dia do padroeiro da cidade, a delegacia estava fechada.
BJR continua internado na Santa Casa de São Sebastião sob escolta policial. MAR foi sepultada em São Tomás no sábado.

Colaboração Jornal Comércio da Franca
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias