Menu
sexta, 19 de outubro de 2018
Polícia

Bandidos simulam acidente e roubam mulher

17 Mar 2008 - 18h46Por Redação São Carlos Agora
Na noite deste domingo a Polícia registrou um seqüestro relâmpago seguido de assalto com cenas de cinema.
Os bandidos simularam um acidente com motocicleta e a vítima, uma funcionária pública federal foi prestar socorro e acabou sendo rendida pelos marginais. Ela foi obrigada a ir até um caixa eletrônico e sacar dinheiro.
O assalto ocorreu por volta das 20h. De acordo com as informações apuradas até o momento, a funcionária pública federal, S.H.C., 51, saiu da residência de uma amiga na região do Tangará e percebeu que uma motocicleta ocupada por dois homens tentava ultrapassá-la. Ela deu passagem e debaixo do viaduto que interliga as Ruas Teotônio Vilela e Marino da Costa Terra, a moto fechou a frente do veículo de S. A vítima diminuiu a velocidade, momento este que a motocicleta deu um cavalo de pau e o garupa saiu rolando no asfalto, simulando um acidente.
A mulher imaginando que poderia se tratar de um acidente grave parou o seu carro para prestar socorro e neste momento o garupa se levantou, sacou um revólver e anunciou o assalto. O bandido entrou no veículo apanhou a bolsa da vítima e revistou para ver o que tinha em seu interior e levou aproximadamente R$ 95,00 em dinheiro. Quando olhou a carteira. o marginal apanhou o cartão magnético do Banco do Brasil e após fez um sinal para o piloto da motocicleta. Neste instante o assaltante ordenou para que a mulher seguisse para o centro, pois queria mais dinheiro.
A vítima declarou que nenhum veículo ou pessoa passou pelo local para que ela pudesse pedir ajuda.Saques bancários– Sem poder se defender, S. foi obrigada a ir até o banco, sempre escoltada pela moto e tendo ao seu lado o bandido. Eles foram até a agência da rua Conde do Pinhal, onde no caixa eletrônico a mulher efetuou um saque de R$ 300,00 de sua conta e outro de R$ 600,00 da conta do filho.Após apanhar o dinheiro, o marginal saiu da agência com a mulher de refém e após colocá-la no carro, ordenou para que ela não chamasse a Polícia e que ficasse ali por algum tempo. A dupla fugiu em alta velocidade.
Desesperada a funcionária pública esperou alguns minutos e tendo a certeza que não havia mais ninguém próximo, por volta das 21h20 foi até a casa do filho, onde foi amparada pela família e posteriormente foi até o Plantão Policial onde o roubo foi registrado. O caso será investigado pelo 1º Distrito Policial da Vila Nery.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias