Menu
domingo, 19 de agosto de 2018
Polícia

Adolescente que atirou em segurança alega que foi agredido

27 Fev 2008 - 11h17Por Redação São Carlos Agora

Um adolescente  de 17 anos, que foi detido pela Polícia Militar na última segunda-feira na Vila Pureza, com cocaína e um revólver 38, confessou que tentou matar o segurança C.F.U., 26, na noite do dia 17 de fevereiro. Segundo o menor, o que motivou o crime foi o fato dele ter sido agredido com tapas na cara pelo segurança. A agressão aconteceu depois que o segurança flagrou o adolescente consumindo cocaína no banheiro.
Após ser apresentado na DISE, o menor ficou sob a responsabilidade dos policiais civis da especializada. Baseados em informações passadas pela PM, os investigadores começaram a fazer perguntas sobre o dia do crime. O adolescente caiu em contradição e acabou confessando o crime.
Ele disse que em uma festa que aconteceu anteriormente, estava cheirando uma careira de cocaína no banheiro de uma chácara localizada na Vila São José, quando foi surpreendido pelo segurança. Ele alega que após ser flagrado, foi agarrado pelo segurança que desferiu vários tapas na sua cara e o colocou para fora do recinto.Após o fato o menor procurou um amigo que lhe vendeu um revólver.
No dia 17 de fevereiro, dia do crime, o adolescente acompanhado de um amigo foi até a chácara e deixou a arma dentro de uma Saveiro. Quando a festa acabou ele e o amigo foram até o carro. O jovem pegou a arma e foi atrás do segurança e deu dois tiros contra a vítima. O amigo permaneceu no carro para dar fuga. O caso deve ser investigado pelos policiais do 1º Distrito Policial com apoio dos investigadores da DISE.

Veja como foi a prisão do adolescente

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias