Menu
terça, 11 de dezembro de 2018
Cidade

Secretária de Justiça de São Paulo assina contrato para a ampliação do Fórum Cível de são Carlos

Cerimônia foi realizada hoje, no salão do Júri do Fórum Criminal, na presença de autoridades municipais e estaduais.

28 Jan 2013 - 16h12
Eloisa de Sousa Arruda, secretária de Justiça e Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo. (Foto: Tiago da Mata / SCA) - Eloisa de Sousa Arruda, secretária de Justiça e Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo. (Foto: Tiago da Mata / SCA) -

Foi lançada na manhã desta segunda-feira (28), pela secretária de Justiça e Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, Eloisa de Sousa Arruda, a pedra fundamental da obra de ampliação e reforma do prédio do Fórum Cível de São Carlos. O evento foi realizado no Salão do Júri do Fórum Criminal de São Carlos e presidido pelo juiz diretor André Luís de Macedo.

De acordo com a secretária de Justiça, a obra, que terá um investimento de R$ 7,4 milhões por parte do Governo do Estado, tem como objetivo prestar o melhor serviço para os cidadãos. "Está obra é mais do que a criação de espaço, de conforto para juízes, promotores, advogados e defensores públicos, o que nós estamos fazendo é a ampliação de espaço para o melhor atendimento da população. A perspectiva, portanto, é criar espaço para que ao todo existam sete Varas e mais o Juizado Especial Cível, e essa possibilidade ficará possível", afirmou ela.

Segundo o juiz André Luiz de Macedo, diretor do Fórum Criminal de São Carlos, as obras devem ser concluídas até o final de novembro. "As obras começaram a serem executadas, o prazo estimado será de 10 meses, depois disso teremos a ampliação concluída". 

Juiz André Luiz de Macedo, diretor do Fórum Criminal de São Carlos. (Foto: Tiago da Mata / SCA).História

Em sua fala Macedo contou um pouco da história da Justiça em São Carlos e de como a demanda exigiu ampliações ao longo dos anos.

"O Judiciário funcionava onde hoje é a Câmara Municipal, no século passado, em 1959 inaugurou-se este prédio (se referindo ao prédio onde hoje é o Fórum Criminal), um prédio de arquitetura italiana inaugurado oficialmente em 4 de novembro de 1959. Esse prédio foi a única casa do Poder Judiciário de 1959 até 1992. Durante 33 anos todo o serviço judiciário era feito apenas aqui e aqui a população procurou justiça quando precisou dela", contou Macedo.

Ainda segundo o diretor, no dia 26 de junho de 1992 foi inaugurado o Fórum Cível de São Carlos, pois o prédio não havia mais espaço para comportar todo o Poder Judiciário. "A demanda por justiça cresceu, o Brasil mudou, a Justiça precisou ser ampliada e de 92 para cá nós vivemos com duas estruturas, o Fórum Criminal e o Fórum Cível", onde terá início as obras de reforma e ampliação.

"E a terceira etapa da história recente as nossas instalações começa agora, com a ampliação do Fórum Cível. Mais uma construção que vai permitir à comarca de São Carlos oferecer serviços melhores, com mais espaço e com mais tranquilidade a todos os cidadãos", concluiu o juiz André Luiz de Macedo.

 

Prefeito Paulo Altomani (PSDB) - (Foto: Tiago da Mata / SCA)Prefeito Paulo Altomani

Quanto às obras de reforma e ampliação do prédio do Fórum Cível, o prefeito de São Carlos, Paulo Altomani (PSDB) afirmou que é de grande importância para o bom andamento do Fórum e para o atendimento à população. "Vai beneficiar muito, pois agora você pode implantar novas varas aqui e atender a população de forma mais rápida e eficiente", afirmou Altomani.

Altomani ainda afirmou que durante 12 anos a Prefeitura se excluiu das ações realizadas pelo Governo do Estado e que agora, em seu governo, iniciará uma fase de parceria com Estado. "Durante os últimos 12 anos a cidade de São Carlos se auto descriminou, se auto excluiu com relação às ações do Governo do Estado. Nós estamos iniciando esta parceria, o lançamento desta pedra fundamental, conquista do deputado Lobbe Neto é um dos pontapés iniciais", concluiu.

Quanto as parcerias entre o Estado e o município, a secretária de Justiça do Estado parabenizou a iniciativa do prefeito Paulo Altomani e afirmou que muitas parcerias ainda deverão ser feitas. "Quero parabenizar o senhor prefeito e todos os seus secretários, desejar que seja magnifica a gestão, que possamos fazer muitas parcerias. Eu já dizia que no âmbito da Secretaria da Justiça nós temos muito para poder trabalhar juntos, temos o Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, fortalecimento dos comitês, a uma possível implantação de um programa de atendimento às vítimas de crimes graves, reforçar nossas ações de combate à homofobia, enfim, temos muito o que conversar",  afirmou Eloisa Arruda.

Processos da Prefeitura

Ainda segundo o prefeito, a Prefeitura tem uma demanda de 38 mil processos contra cidadãos, que por um motivo ou outro não pagaram o IPTU ou a conta de água, e de cidadãos que também tem uma demanda contra a Prefeitura. "Então nós tivemos uma reunião com a Vara da Fazenda Pública no sentido de estar puxando esses processos de volta à Prefeitura para tentar um acordo amigável com esses cidadãos, para sair da Justiça. O que se fosse levado a diante demoraria aí uns 10 anos", completou.

http://media.saocarlosagora.com.br/uploads/imagens/forumampliac21.jpg

 

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias