Menu
segunda, 18 de junho de 2018
Brasil

Colocar faixa de cabelo pode deixar seu bebê muito doente, afirma médico

17 Out 2017 - 13h43
Foto Divulgação - Foto Divulgação -

Uma publicação feita em 2016 na página do médico osteopata Dr. José Eduardo, recentemente voltou a chamar atenção das pessoas.

No post ele explica que as faixas que os pais costumam colocar na cabeça dos bebês podem trazer sérios riscos de saúde, incluindo problemas de refluxo e insônia.

"Na última semana recebi em meu consultório um bebê com queixas de refluxo gastroesofágico e insônia, várias causas podem estar relacionadas a esses sintomas, mas o que me chamou atenção foi o uso de uma faixa na cabeça", escreveu ele à época.

Segundo o médico, há uma região na cabeça chamada sutura occipitomastóidea, que pelo uso da faixa pode sofrer certa compressão. Dentro desta região há o chamado nervo vago, responsável por comandar o sistema gastrointestinal do corpo. Logo, quando a faixa o prende, esta função é alterada, gerando os sintomas.

"Estudos já comprovaram que os ossos do crânio se movimentam e no bebê esse movimento é facilmente percebido, no momento do nascimento todos os ossos do crânio são constituídos por um só tecido, a ossificação não está formada e isso permite uma flexibilidade articular imprescindível para o funcionamento de todo corpo", explicou. "Diferentes fatores podem perturbar o movimento e a flexibilidade do crânio do bebê, um desses fatores pode ser essa FAIXA".

O médico acrescenta ainda que os bebês são capazes de dar sinais de que a faixa está incomodando.  

- Ele se movimenta muito para tirar a faixa;

- Muda de comportamento podendo ficar inquieto ou sonolento;

- Noites mal dormidas se durante o dia usou a faixa;

- Aumento de refluxo gastroesofágico;

- Alteração do funcionamento do sistema gastrointestinal.

Somente um médico osteopata pode relacionar as disfunções do crânio provocadas pela faixa e os sintomas sentidos pela criança. "O tratamento osteopático não exclui o tratamento do médico pediatra; para um benefício maior do bebê, ambos devem ocorrer simultaneamente", concluiu.

Para a pediatra Flávia Oliveira, é improvável que a causa do refluxo da criança fosse a faixa de cabelo: "Sinceramente, achei muito estranho. A ponto de fazer tudo isso, a faixa deveria estar muito apertada e, mesmo assim, não sei se daria todos esses efeitos. Não vejo correlação clínica com o refluxo". Ela lembra que até o sexto mês, a maioria dos bebês tem um refluxo fisiológico, devido a uma imaturidade do sistema digestivo. "A gente desconfia do refluxo patológico quando o bebê para de ganhar peso mesmo mamando bem e está com muita irritabilidade. Ainda assim, não é de praxe medicar os bebês por conta disso", explicou a médica à revista Crescer da editora Globo.

(Fonte Jornal Ciência)

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias