Menu
sábado, 22 de setembro de 2018
Polícia

Agentes da Fundação Casa são ameaçados de morte pelos adolescentes

No último sábado (17) os internos promoveram um tumulto no local, quebrando portas e vidros.

20 Set 2011 - 10h01
0 - 0 -

Após publicação em primeira mão pelo portal de notícias São Carlos Agora sobre um tumulto na Fundação Casa de São Carlos no último sábado (17) a assessoria de imprensa do órgão emitiu nota sobre o ocorrido. Segundo eles, não houve uma rebelião e sim uma simples confusão onde os internos, que já estavam recolhidos em seus quartos, bateram algumas portas e quebraram alguns vidros. A nota também diz que não foi necessária a vinda do Grupo de Intervenção de Ribeirão Preto e que a situação foi controlada pelos próprios funcionários da unidade.

Essas informações foram “desmentidas” por alguns agentes de segurança da unidade que entraram novamente em contato com a redação do SCA. Segundo eles, a direção da Fundação Casa quer “abafar” o caso.

De acordo com os funcionários, a situação foi bem pior do que uma simples confusão que durou alguns minutos. Segundo eles, os adolescentes começaram o tumulto por volta das 7h danificando vidros e portas do estabelecimento. Eles também confirmaram que uma das vans que presta serviço à fundação teve os vidros danificados.

Quanto ao acionamento Grupo de Intervenção de Ribeirão Preto, os agentes disseram que eles foram chamados e chegaram em São Carlos por volta da meia-noite e munidos com escudos e equipamentos especiais fizeram uma revista nos quartos e colocaram os internos no pátio para uma contagem. A situação só foi normalizada por volta das 4h de domingo quando os infratores retornaram aos seus quartos.

Um jovem ficou ferido ao pisar em um caco de vidro, foi socorrido e devidamente medicado.

Novo tumulto

Segundo um dos agentes, no final da manhã desta segunda-feira (19) um novo tumulto foi registrado dentro da unidade. Os internos que estavam no refeitório iniciaram a confusão e novamente chegaram a danificar alguns objetos. A situação foi controlada depois da entrada da equipe de apoio da fundação.

Transferências

Após o tumulto de sábado, alguns internos que deram inicio ao tumulto começaram a ser transferidos para outras unidades. Alguns foram encaminhados ao complexo da Fundação Casa em Ribeirão Preto.

Seguro

O funcionário relatou à nossa equipe que internos de uma das celas não quiseram participar da rebelião e agora estão sendo ameaçados de morte pelos outros infratores.

Ameaças de morte

Os agentes reclamaram da insegurança. Segundo eles, constantemente são ameaçados de morte pelos adolescentes e temem pela própria vida e dos familiares. Desde o final da semana passada os funcionários estão procurando a Polícia Civil para registrar boletim de ocorrência sobre as ameaças. Acompanhe na integra um dos e-mails enviados por um dos funcionários da unidade. “Também trabalho na Fundação Casa de São Carlos e a situação por lá não é das mais animadoras. Após o ocorrido de sábado a ordem não foi plenamente reestabelecida. Há uma extrema irresponsabilidade por parte da direção da unidade, que com a intenção de abafar o caso finge que tudo está normal. Funcionários estão sendo ameaçados de morte em alto e bom som e nenhuma providência e tomada, Os funcionários são obrigados a entrar no módulo mesmo com a situação fora de controle. A equipe de segurança já não dá mais contra de restabelecer a disciplina dos adolescentes e talvez seja preciso que alguém saia gravemente ferido para que alguma providência seja tomada. ”

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias