Qua, 17 de Janeiro de 2018
Tamanho da Letra: mais menos
13/01/2018 - 03h00   |   Atualizado em 13/01/2018 - 07h49
(*) Patricia Zani

FIQUE LIGADO: Cuidado com os golpes aplicados nos aposentados

Segundo a Secretaria de Previdência Social, os golpes contra os aposentados e pensionistas têm aumentado muito nos últimos anos. Fique atento!

Existem vários tipos de golpes que usam como vítimas os aposentados e pensionistas do INSS, sendo que a maioria deles refere-se a supostas revisões de benefícios, recebimento de valores bloqueados ou concessão de empréstimos consignados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Geralmente o criminoso entra em contato com a vítima por telefone informando que essa teria certa quantia para receber referente a suposta revisão de sua aposentadoria ou de valores atrasados, oportunidade em que informa falso número de telefone da Previdência para confirmação da veracidade das informações.

Quando o beneficiário entra em contato é confirmado que realmente existiriam valores a serem recebidos e que para sua liberação seria necessário o depósito prévio de determinada quantia. Porém, após efetuar esse pagamento, nenhum valor é liberado e a vítima perde o valor que depositou.

Muitas vezes são solicitados dados da pessoa, com os quais se pode efetuar saques ou mesmo realizar empréstimos em seu nome. Em seguida, os empréstimos são adquiridos e descontados no benefício da vítima sem sua solicitação. Nessa situação, o aposentado ou pensionista tem os descontos do consignado, mas o dinheiro nunca chegou em suas mãos.

Também existem golpes aplicados a partir de correspondência. Nessas situações, o artifício é o mesmo. São oferecidas falsas revisões ou informados valores a receber inexistentes, solicitando que o indivíduo entre em contato para receber mais informações, ocasião em que o golpe segue o mesmo enredo, com solicitação de dados pessoais e cobrança de valores adiantados para liberação dos supostos benefícios a serem recebidos.

A cada golpe os criminosos ficam mais especializados, inclusive, alguns têm endereços fixos e atendem a vítima pessoalmente. Também é comum que os golpistas já possuam várias informações acerca da vítima ou de seu benefício, usando essas informações para ganhar sua confiança.

Assim, é imprescindível ficar atento. Nunca forneça informações pessoais por telefone ou e-mail. Esses dados podem ser utilizados para fins ilegais. Nunca deposite valores em conta de desconhecidos.

Caso receba algum contato informando supostos valores a receber da Previdência, o segurado deve confirmar a informação junto ao próprio INSS, presencialmente ou pela Central telefônica - 135, ou mesmo procurar advogado previdenciário de sua confiança.

Caso já tenha sido vítima de golpe, comunique o fato à Polícia e à Ouvidoria do INSS. As denúncias serão apuradas.

Fique ligado.

(*) A autora é advogada, graduada na Fadisc, pós-graduada em Direito Imobiliário e pós-graduanda em Direito Previdenciário. OAB/SP 293.156. Contato e sugestões de pauta: e-mail: [email protected].

Esta coluna é uma peça de opinião e não necessariamente reflete a opinião do São Carlos Agora sobre o assunto.

comments powered by Disqus