Menu
domingo, 20 de maio de 2018
Cidade

Vigilância reforça vacinação contra HPV

08 Abr 2014 - 20h04
0 - 0 -
Termina nesta quinta-feira (10), a Campanha de Vacinação contra o Papiloma Vírus Humana (HPV), realizada em todo território nacional para meninas de 11 a 13 anos de idade. Quem ainda não recebeu a dose da vacina, ainda a tempo de se imunizar.
Dados do Programa Nacional de Imunização (PNI), repassados pelas secretarias municipais de saúde, demonstram que em todo o Brasil, já foram aplicadas um total de 3.172.342 doses, número que representa uma cobertura vacinal de 64,58%. A meta de cobertura estabelecida pelo Ministério da Saúde (MS) é de 80%.
Em São Carlos 71,68% do público alvo foi imunizado contra o vírus do HPV, principal causador do câncer de colo do útero. Um levantamento na cidade demonstra que meninas de 13 anos foram a que mais procuraram pela vacina nas unidades de saúde, com 80,79% de adesão.
Nesta etapa final, o MS revisou o número do público alvo em todo o Brasil, a nova previsão, é que em São Carlos 4.572 meninas sejam imunizadas. Conforme planejamento elaborado pela Vigilância Epidemiológica (VIGEP), avaliações semanais de adesão da vacina estão sendo realizadas e com apoio das Administrações Regionais de Saúde (ARES), está ocorrendo a vacinação dentro das escolas.
A secretaria Municipal de Saúde (SMS) orienta as meninas de 11 á 13 anos que ainda não receberam a imunização, que procurem a vacina diretamente nas Unidades de Saúde, devido a possibilidade de avaliação da carteira de vacinação e atualização de outras vacinas, que no momento, é oportuna para a Tríplice Viral (Sarampo, Caxumba, Rubéola.
A Chefe de Divisão da Vigilância Epidemiológica, Márcia Pallone, salienta a importância da total adesão do público na prevenção. “Ainda não recebemos orientações, se haverá prorrogação da campanha, por isso estamos intensificando a vacinação nesta última semana. Não queremos ter, no futuro, mulheres com câncer de colo de útero. A vacina é uma oportunidade para se evitar a doença, por isso, estamos convocando as meninas que ainda não foram imunizadas a receber a dose contra o HPV”. 
Segundo o Ministério da Saúde, a vacina é utilizada como estratégia de saúde pública em 51 países, por meio de programas nacionais de imunização. A sua segurança é reforçada pelo Conselho Consultivo Global sobre Segurança de Vacinas da Organização Mundial de Saúde (OMS).
O HPV é um vírus transmitido pelo contato direto com pele ou mucosas infectadas por meio de relação sexual. Também pode ser transmitido da mãe para filho no momento do parto.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias