Menu
quinta, 18 de outubro de 2018
Cidade

Prefeito visita o novo Centro Cirúrgico da Santa Casa

03 Mar 2008 - 19h33Por Redação São Carlos Agora
Acompanhado dos secretários Arthur Pereira (Saúde) e Leandro Severo (Comunicação), além de Oswaldo Baptista Duarte Filho (Barba), reitor da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), o prefeito Newton Lima visitou, na manhã de segunda-feira (3), as futuras instalações do Centro Cirúrgico da Santa Casa de Misericórdia de São Carlos. Newton foi recepcionado pelo provedor Lauriberto Roque Vanzo e demais integrantes da mesa-diretora do hospital. O Centro Cirúrgico recebeu investimentos em torno de R$ 1,7 milhão e deve ser inaugurado ainda no mês de março, de acordo com a provedoria. Ele atenderá uma população de cinco cidades, estimada em 350 mil habitantes.O prefeito também visitou o Banco de Sangue do hospital, que já efetua coletas desde fevereiro, após passar por ampla reforma. O local recebeu investimentos em torno de R$ 200 mil. Newton conversou com os funcionários, que explicaram os procedimentos adotados na coleta de sangue, e com uma paciente, Carolina Spadacini Chinaglia, de 92 anos, que enalteceu o trabalho do pessoal da Santa Casa. “Não tenho o que reclamar. Aqui todos são bem atenciosos e sou sempre bem atendida”, resumiu.“A Santa Casa nunca recebeu tantos investimentos da Prefeitura como nesses últimos sete anos. E esse novo Centro Cirúrgico, juntamente com o trabalho que já começou a ser executado no Hospital-Escola, vem para melhorar cada vez mais a saúde no nosso município”, declarou o prefeito ao lembrar do encontro em que o ministro José Gomes Temporão, em fevereiro deste ano, garantiu recursos para a construção do segundo módulo do Hospital- Escola Municipal “Dr. Horácio Carlos Panepucci” para 180 leitos. De R$ 41,5 milhões que serão investidos na próxima etapa, R$ 37,7 virão do governo federal. O restante será contrapartida da Prefeitura.Na condição de secretário-geral da Frente Nacional de Prefeitos, Newton lembrou que, com o fim da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira), os hospitais e as Santas Casas podem sofrer cortes drásticos no repasse de verbas, mas que já existe uma mobilização de administradores públicos quanto à aplicação da Emenda Constitucional 29, que aguarda votação na Câmara e no Senado. A emenda prevê que União, Estados e municípios invistam 10%, 12% e 15%, respectivamente, da arrecadação de impostos em saúde. “O Brasil precisa discutir leis permanentes para a saúde e o presidente Lula não tem economizado esforços para que isso aconteça. A aprovação da emenda 29 deve trazer equilíbrio financeiro aos hospitais do Brasil, incluindo a nossa Santa Casa”, explicou.“O prefeito nunca fechou as portas para a Santa Casa e esperamos que essa convivência harmoniosa possa continuar”, disse o provedor da Santa Casa.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias