Menu
quarta, 20 de junho de 2018
Cidade

Prefeito determina construção de ponte de concreto para substituir mais uma ponte de ?lata? levada pela chuva

A ponte que servia para retorno na av. Trabalhador São-carlense foi construída em 1998, com material inadequado que não durou 10 anos

12 Nov 2007 - 01h31Por Redação São Carlos Agora
O prefeito Newton Lima (PT) esteve na manhã de ontem na av. Trabalhador São-carlense, próximo à “curva do joinha”, onde uma ponte – que fazia ligação entre as duas pistas – desmoronou com as chuvas do final da tarde de quinta-feira (8). Essa é a oitava ponte que as chuvas levam nos últimos sete anos. A maioria delas foi construída, pela administração anterior, com tubo ármico, uma estrutura de metal, popularmente chamada de “lata”, que sofre corrosão pela ação da água.
“Infelizmente vimos a oitava ponte de lata que cai nos últimos anos. Essa ponte é relativamente nova, foi feita em 1998, tem menos de 10 anos”, lamentou o prefeito Newton Lima assim que chegou ao local e falou com a imprensa. O prefeito estava acompanhado dos secretários Ricardo Meirelles (Transporte), Flávio Micheloni (Obras) e João Muller (Governo). “Ela está completamente corroída e vai exigir providências imediatas de substituição por uma ponte de verdade, uma ponte de concreto”, frisou o prefeito.
O prefeito Newton Lima foi informado pelo secretário Meirelles sobre a estimativa de custo de uma obra como esta, que deve consumir cerca de R$ 500 mil, já que a ponte tem cerca de 200 metros quadrados. “Vamos ter que buscar esses recursos, possivelmente junto ao governo federal, porque a Prefeitura não possui esse valor disponível”, explicou.
O prefeito Newton lembrou ainda que nos últimos sete anos 25 pontes foram construídas ou reformadas. “No nosso governo fazemos pontes de verdade, pontes de concreto que terão uma vida útil bem mais longa do que as pontes de lata”, argumentou.

Buscar recursos – Logo após vistoriar a área e receber as informações dos técnicos da Prefeitura, o prefeito determinou ao secretário de Transporte a execução do projeto para construção da nova ponte. “Eu preciso saber o valor exato dessa obra para buscar os recursos”.
Para diminuir os transtornos dos motoristas que utilizam a região, o prefeito também determinou alterações no trânsito e implantação de semáforos provisórios. “Tornaremos mão dupla as ruas Diácomo Casale e Serafim Vieira e iremos instalar semáforos para diminuir riscos de acidentes”, ressaltou.
Já o secretário de Transporte informou que a primeira medida é contratar uma empresa para executar o projeto básico e avaliar a quantidade de água que passa na região. “Essa é uma forma de evitar o que estamos vendo aqui, dinheiro público mal-utilizado”, destacou. Meirelles informou ainda que pela força das águas que desmoronaram a ponte foi sorte nenhum veículo ter sido arrastado. “Ainda bem que no momento não havia veículos no local”, informou.
Logo na manhã de ontem a desobstrução do canal começou a ser realizada para evitar que o local se torne um ponto de alagamento. Parte do tubo ármico foi arrastada até próximo à rotatória do shopping e será retirada para evitar alagamentos em outros pontos.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias