Sab, 19 de Agosto de 2017
Tamanho da Letra: mais menos
20/04/2017 - 16h24   |   Atualizado em 20/04/2017 - 16h27

Alunos da rede municipal recebem prêmios no Programa Bem Te Vi

Nove alunos da rede municipal de ensino de São Carlos receberam na manhã, desta quinta-feira (20), a premiação do Programa "Clube do Bem-te-vi". Ao todo mais de 5.100 alunos das Escolas Municipais de Educação Básica (EMEB's), APAE e Sesi participaram do programa que é coordenado e desenvolvido pelo DETRAN-SP, em parceria com CPTran da Polícia Militar (Comando de Policiamento de Trânsito).

A ação educativa do "Clube do Bem-te-vi" tem como objetivo transmitir os princípios básicos de segurança no trânsito, procurando conscientizar as crianças sobre a importância de manterem preservadas a sua integridade física e a de seus semelhantes quando estiverem utilizando as vias públicas como pedestres, ciclistas ou passageiros, contribuindo para a formação de uma consciência cidadã.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para o coordenador do Programa, cabo João Carlos Rodrigues, é preciso educar para não ter que fiscalizar. "Trabalhamos a criança na situação atual. Durante nossas palestras, nós ensinamos como atravessar a rua, a não andar de bicicleta na contramão, a utilizar o cinto de segurança no carro e, mais do que isso, preparamos a criança para ser multiplicador desses ensinamentos. Faz parte da ação um talãozinho de multa para que elas cobrem as boas ações dos pais. Assim, priorizamos a educação, para lá na frente não ter que fiscalizar, pois todos vão fazer da forma correta", afirmou.

O secretário de Educação, Nino Mengatti, aposta num programa permanente de trânsito para que a cidade se desenvolva, também nessa área. "São Carlos tem uma qualidade de vida indiscutível, mas precisa avançar na questão do trânsito. É importante termos uma política permanente de educação no trânsito. A união das secretarias de Educação, Transporte e Trânsito e Comunicação, Polícia Militar e Detran é fundamental para diminuir os riscos, os acidentes no trânsito no município".

No seu discurso, o vereador Azuaite Martins de França destacou a necessidade de uma cidade com um trânsito mais seguro e humano. "Uma cidade civilizada, que compreende que o capital mais importante é o homem, é a vida, são as pessoas, precisa educar. Para ter um trânsito seguro e humano precisamos articular ações, articular as pessoas, para que elas se eduquem e garantam que as coisas aconteçam. Sonhamos com um trânsito onde o motorista pare para o pedestre atravessar, por exemplo. Assim, temos que mobilizar de forma racional, ter um projeto social para a cidade, isso não custa nada".

O estudante Camilo Gabriel Boaventura Costa, 11 anos, participou do programa e aprendeu a lição. "Aqui acontece muitos acidentes, então, esse projeto é bom para aprendermos a evitar os acidentes. Aprendi que temos que parar no pare, que no sinal vermelho não podemos passar, só no verde, que tem lugar que não podemos estacionar".

Muryllo Marrega Garcia, 8 anos, levou a lição para casa. "Aprendi que tem que respeitar o trânsito senão acontecem acidentes. Eu ensinei os meus pais e eles estão bem, eles estão respeitando".

Os alunos ganhadores do concurso de melhor desenho de cada escola receberam uma mochila, uma camiseta e uma medalha como premiação pela participação no programa. O evento aconteceu no Museu da Ciência "Professor Mário Tolentino".

Alunos premiados - Estefani Santos de Oliveira (3º ano - EMEB Prof. Afonso Fioca Vitali), Leandra Bernardeli (4º ano - EMEBAngelina Dagnone De Melo), Higor Roque da Silva (3º - EMEB Prof. Antonio Stella Moruzzi), Livian Cassemiro Leão (5º - EMEB Arthur Natalino Deriggi), Igor Figueiredo de Paula (2º - EMEB Carmine Botta), Camilo Gabriel Boaventura Costa (5º - EMEB Profª Dalila Galli), Gabriely Camargo (4º ano EMEB Profª Janete Maria Martinelli Lia), Muryllo Marrega Garcia (3º ano EMEB Profª Maria Ermantina C. Tarpani) e Andrew Gabriel de Souza Dias (5º ano EMEB Névio Dias).   

(Da Assessoria de Imprensa)

comments powered by Disqus