Ter, 17 de Outubro de 2017
Tamanho da Letra: mais menos
04/11/2010 - 00h30   |   Atualizado em 09/04/2012 - 15h38

Cidade do Clima, Athenas Paulista, Cidade Sorriso, Capital da Tecnologia, Capital do Conhecimento...

Cidade do Clima, Athenas Paulista, Cidade Sorriso, Capital da Tecnologia, Capital do Conhecimento...  

Cidade Sorriso é o título mais antigo de São Carlos, justificado pela simpatia com que seus habitantes recebiam seus visitantes, desde os tempos das viagens de trem, seus bondes, e na vida noturna que a cidade sempre teve.

Cidade do Clima veio logo depois por causa do clima com características especiais, de pouca chuva e temperatura amena. E, por causa dele, festejamos há décadas a Festa do Clima, sempre em abril.                                    

Atenas Paulista começou a ser usado quando São Carlos iniciou a concentração de escolas com a construção do Colégio São Carlos em 1905, a Escola Normal Secundária (E.E. Alvaro Guião) em 1911, e o Colégio Diocesano, em 1923. Em 1949 chegou a Escola de Educação Física, e a Escola de Biblioteconomia em 1959, absorvida pela Universidade Federal em 1993. Tudo antes da USP, da UFSCar, da FADISC e da UNICEP.

Capital da Tecnologia foi um título adquirido na última década graças ao número sempre crescente de indústrias de alta tecnologia que nascia nas incubadoras e fora delas, boa parte saída dos campi universitários e dos centros de pesquisa como as EMBRAPAs.

Capital do Conhecimento é o último título dado a cidade pela Lei Municipal nº14.917 de 2009. A justificativa da honraria é que em São Carlos, 1 de cada 180 habitantes tem título de doutor. No Brasil, a razão é de 1 para 5.423 habitantes. Além disso, são 14,5 patentes registradas por cada grupo de 100 mil habitantes, média anual da cidade. Nas universidades locais, existem 39 cursos de graduação e 70% dos programas de pós-graduação locais são da área de ciências exatas. 200 empresas da cidade são consideradas de alta tecnologia, em setores como ótica, novos materiais, saúde e instrumentação.

Quer mais?

Em 2009, o IBGE estimou que a população de São Carlos chegaria a 220.463. Antes mesmo da divulgação dos números definitivos do Censo 2010, a coordenação da contagem do IBGE acredita que chegaremos a pouco mais de 219 mil moradores. Vamos passar perto da estimativa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Lembre-se que os estudantes universitários não contam, apesar de ficarem aqui a maior parte do ano.
Os dados parciais coletados até agora mostraram alterações na composição da população. São 3,11 moradores por domicilio, em média, e uma taxa de urbanização de 0,98 %. A cidade, registrou o porcentual de 6,25 de pessoas com mais de 69 anos na cidade e 3,48 o porcentual de pessoas com menos de 3 anos de idade.

Rivalidade, mas sempre positiva

O Produto Interno Bruto de São Carlos, em 2007, na agropecuária foi de R$ 84.638. Em Araraquara, R$60.961.     

Na indústria a diferença não é a nosso favor: São Carlos, R$786.421 e Araraquara, R$937.573.

No setor de serviços, voltamos a ter vantagem, registrando R$2.042.198 contra R$ 2.140.902.         

Voce sabia?

Na lista do IBGE, a produção pecuária de 2008, em São Carlos, inclui, claro os bovinos (41.680 cabeças), Cavalos (Equinos) 2.000 cabeças, bubalinos, que conhecemos mesmo como búfalos, são 530 cabeças.

E tem outras surpresas:
Asininos (jumentos) temos na cidade, 20 cabeças, muares são 154 cabeças,
suínos,16.580 cabeças, caprinos contados     490.
Galos, frangas, frangos e pintos seriam 5.490.000 cabeças e a produção de mel de abelha, chegou a 117.280 Kg.

Stela Martins (Especial para o São Carlos Agora)

comments powered by Disqus