Menu
sexta, 17 de agosto de 2018
Cidade

Médicos cubanos recebem elogios da população

10 Jun 2014 - 20h59
0 - 0 -

Depois de um mês atuando dentro das Unidades Básicas de Saúde (UBS´s) e Unidades da Saúde da Família (USF´s), os médicos cubanos do Programa Mais Médicos, estão cada vez mais adaptados à cidade e recebendo elogios da população.

O processo de integração dos profissionais teve início no final de abril, com a equipe do Departamento de Regulação, Controle e Avaliação (DRCA), que explanou sobre o funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS), leis, metas e contou com visitas nas unidades de saúde.

Empenhada e cumprindo 32 horas semanais no atendimento de pacientes, na UBS do Jardim Santa Felícia, a médica Cubana Yutmara Benevides Duque, esbanja profissionalismo e simpatia. Com 12 anos de profissão, sendo quatro na experiência de atenção básica de saúde, em Cuba, Yutmara, que já participou de ações internacionais na Venezuela, falou do processo de adaptação dos médicos no Brasil.

“Não estamos com dificuldades na adaptação, o sistema de saúde e a posologia dos medicamentos são bem parecidos. Em Cuba, temos um projeto muito amplo na atenção básica para a aproximação da comunidade. Com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde, vamos levar esses conhecimentos para garantirmos ainda mais a saúde da população”, disse Yutmara.

Quem procura atendimento de saúde elogia a atuação dos médicos cubanos. É o caso da operadora de caixa Guilhermina Francisca de Oliveira, que estava com pressão alta. “É uma experiência nova, eles são atenciosos e se comunicam bem, fui muito bem atendida, examinada e medicada”.

Os médicos do Programa Mais Médicos recebem uma bolsa do Governo Federal, cabendo ao município fornecer auxílio moradia, transporte e alimentação. Além das horas de atendimento, cada médico está realizando uma especialização de 8 horas.

A diretora do Departamento de Gestão e Cuidado Ambulatorial, Michelli Líbero, explicou que antes de serem direcionados para as unidades de saúde, os médicos passaram por uma entrevista onde foi apontado perfil, experiência e afinidade de cada um, conforme a demanda do bairro. “Temos regiões com mais idosos, outras com gestantes, a entrevista foi fundamental para direcionarmos os médicos para as unidades certas. Percebemos que isso deu certo e estamos tendo um retorno positivo da população”.

Durante a visita na UBS, Michelli também elogiou o profissionalismo dos médicos cubanos. “A experiência que eles trazem de outros países é muito importante, é sempre uma visão de transformação. Isso vai de encontro com nossa proposta, que é ampliar cada vez mais a atenção básica e oferecer saúde para todos.”

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias