Menu
terça, 17 de julho de 2018
Cidade

Marquinho Amaral participa da assinatura de convênio que trará R$ 29 milhões para a cidade

02 Jun 2014 - 09h01
0 - 0 -

O presidente da Câmara, vereador Marquinho Amaral (PSDB), esteve na manhã desta sexta-feira (30) na Sede Administrativa Regional da Caixa Econômica Federal, em Piracicaba, para a assinatura de um convênio que trará R$ 29 milhões para São Carlos.

A verba será destinada ao Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) e utilizada para a construção do terceiro módulo da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Monjolinho. O convênio foi conquistado junto ao Ministério das Cidades, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2)  do governo Federal.

Marquinho fez questão de destacar a importância do projeto que irá trazer a maior quantia em dinheiro a fundo perdido para a cidade.

“Esse investimento será fundamental para o crescimento de São Carlos com qualidade. Qualidade de vida para a população. E isso demonstra a transparência no trabalho e projetos feitos na cidade e também fruto da luta do prefeito Paulo Altomani e do SAAE, que parabenizo na figura do Sérgio Pepino”, disse.

Além do chefe do Executivo local e do presidente da autarquia, também participaram da assinatura, o ex-deputado Federal, Lobbe Neto, o superintendente regional da Caixa, Carlos Henrique Almeida Custódio, o gerente geral da Caixa em São Carlos, Aguinaldo Alves Pinto, o gerente regional da Caixa na área de governos, Evandro Nobre Cruz, o gerente executivo de governos, Márcio Capato e o técnico e assessor de obras do SAAE, Woodrow Roma.

Paulo Altomani destacou a grandiosidade da conquista. “Essa vitória vai favorecer São Carlos no quesito saneamento para os próximos 17 anos”, disse.

Adiantou ainda que, em breve, será assinado um segundo convênio, desta vez para a construção de uma ETE com capacidade para atender toda a região Sul da cidade, contemplando os bairros Cidade Aracy, Zavaglia, Antenor Garcia, entre outros.

Já Sérgio Pepino ressaltou que a ampliação do terceiro módulo trará um aumento de 50% na capacidade do tratamento do esgoto, tornando a cidade capaz de atender uma população projetada de até 350 mil habitantes.

Com a conquista da verba junto à Caixa, a etapa seguinte é abrir uma licitação para a contratação da empresa que deverá executar o serviço com prazo de cerca de dois anos.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias