Menu
sábado, 21 de abril de 2018
Cidade

Guardas recém contratados começam o trabalho em dezembro

07 Out 2008 - 18h02Por Redação São Carlos Agora
O prefeito Newton Lima assinou, na manhã desta terça-feira (7), a ordem de serviço para a contratação dos 39 candidatos habilitados no concurso público para o emprego na Guarda Municipal.

A partir de agora, os candidatos serão convocados e apresentarão os documentos necessários para a contratação, bem como passarão por cursos de preparação. Os novos guardas começam suas atividades em 1º de dezembro.

De acordo com o secretário de Governo Marcos Martinelli, a Prefeitura já garantiu os recursos no orçamento 2009 para a manutenção da Guarda Municipal, com a inclusão dos guardas aprovados em concurso.

No total, a Guarda Municipal vai contar em seu efetivo com 16 homens e 23 mulheres, que se somam aos 81 atuais integrantes da corporação. Com a contratação dos guardas, a cidade terá um efetivo de 120 pessoas, o que representa um aumento no quadro de funcionários de 48%.

Segundo o comandante da Guarda Municipal, João Jacintho do Amaral, a Guarda Municipal está melhorando sua estrutura com a aquisição de novos equipamentos como motos e viaturas, além de uniformes, coletes à prova de balas, entre outros equipamentos.

A Missão– A Guarda Municipal foi criada pela Lei Municipal nº 12.895 de 31/10/2001. Sua implantação faz parte do Plano Municipal Integrado de Segurança Pública, finalizado em setembro de 2001. A corporação tem por objetivo a proteção dos bens, instalações e serviços públicos municipais e de todas as escolas municipais, bem como zelar pela integridade física e moral de seus usuários, atuando também na vigilância diurna e noturna dos bens de uso comum da população, tais como vias públicas, praças, parques, jardins e outros locais públicos e na proteção dos serviços e instalações públicas do município.

Atua na prevenção e controle da violência nas escolas e seu entorno, praças, espaços e parques públicos, na prevenção e atendimento às vítimas de intolerância e de violência contra grupos vulneráveis (particularmente violência doméstica e de gênero, racismo, homofobia e exploração sexual infanto-juvenil), na prevenção do aliciamento de adolescentes e jovens e da afirmação de domínio territorial pelo tráfico de drogas e armas, na preservação da ordem pública e atendimento comunitário nos centros comerciais e de serviços do município e em outras áreas de grande circulação de pessoas, bem como complementa a fiscalização de trânsito e posturas municipais.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias