Menu
quarta, 12 de dezembro de 2018
Cidade

Festa das Nações começa hoje

Até domingo São Carlos tem o melhor da cultura e da culinária típica de várias nações com dezenas de atrações culturais e barracas de artesanato

14 Nov 2007 - 00h02Por Redação São Carlos Agora
A “Festa das Nações: São Carlos de todos os povos” começa às 18 horas de hoje (14) no Pavilhão São Carlos Expo Show, recinto municipal de eventos situado próximo ao Sesi e ao CDHU, com entrada franca. Ao lado de brinquedos infantis, barracas com pratos típicos de várias etnias, de artesanato, de vinho, haverá uma praça de alimentação especial com seis restaurantes de comida típica: alemã (Berna), tenda do bacalhau (comandada por Paulo Piccolli do Spazio 203), árabe (aos cuidados de Dona Esmeralda Maluf), japonesa (Sushi-Ya-San), italiana (Empório das Massas) e brasileira (com a baiana Juranice).
De amanhã a domingo, sem parar, das 11 às 18 horas, funcionará um minicirco com malabaristas e palhaços enquanto outra trupe fará animação, pintura facial, cantinho das artes e atividades para divertir a criançada.

Atrações culturais – Serão perto de trinta atrações culturais, incluindo grandes shows, nos cinco dias da festa, que faz parte das comemorações do sesquicentenário são-carlense organizadas pela Prefeitura em parceria com a Associação São Carlos Presente e Futuro, homenageando agora, em conjunto, os povos que contribuíram para formar e desenvolver a cidade.
As festas das nações começaram em novembro do ano passado com o tributo à contribuição dos afro-descendentes e, em 2007, homenagearam também as comunidades de origem árabe, portuguesa, japonesa, italiana e alemã, além dos brasileiros de todo o país que aqui se radicaram.

Show de abertura – O primeiro show da “Festa das Nações: São Carlos de todos os povos” será às 20 horas de hoje, a cargo da Orquestra Popular do Recife, regida pelo maestro Ademir Araújo, um dos mais respeitados compositores e arranjadores nordestinos. A orquestra toca diversos ritmos, como maracatu, coco, ciranda, reisado e caboclinho, mas é ao interpretar os vários estilos de frevo, em especial o frevo-de-rua (frevo instrumental), que encanta o público pelo seu virtuosismo, afinação e potência de seus metais.

Feriado – Amanhã, feriado da Proclamação da República, a primeira atração do dia, às 11 horas, é de dança árabe, com o grupo Shamsa. Ao meio-dia, a dupla Jamil e Toninho canta música sertaneja raiz. Às 13 horas é a vez do chorinho, com o grupo Cochichando Alto, e às 14 horas será iniciada a apresentação da banda Blues The Ville. Às 16 horas começa a exibição do grupo Os Inimitáveis, com músicas dos anos 60, e às 17 horas Larissa e Matheus interpretam MPB.
O grande show do feriado é às 20 horas com Nando Reis, 44 anos, cantor e violonista tido como um dos maiores compositores de sua geração. Ele foi baixista da banda de rock Titãs, com a qual emplacou vários sucessos, e hoje segue em carreira solo, acompanhado pela banda Os Infernais.
Na sexta-feira, as atrações culturais começam à tarde com a apresentação do cantor Rivas, interpretando sucessos sertanejos e algumas canções clássicas italianas, seguida do espetáculo do grupo Sheila Lima Banda Show, que além de seu repertório vibrante cantará sucessos italianos. No fim da tarde é a vez da Orquestra de Viola.
O grande espetáculo do dia é às 20 horas com o grupo carioca Monobloco Show, com cerca de 20 ritmistas, criado a partir das oficinas de percussão ministradas por Pedro Luís e A Parede a partir do ano de 2000, hoje uma referência do carnaval de rua, resgatando clássicos da cultura carnavalesca nacional e incorporando outros gêneros musicais brasileiros ao instrumental do samba. Com repertório que inclui, além de sambas e marchas tradicionais, clássicos de Tim Maia, Benjor, Nação Zumbi, Luiz Gonzaga, Alceu Valença, Gilberto Gil e muitos outros nomes na música brasileira, seus shows são verdadeiros bailes que têm feito a alegria das mais variadas platéias em diversas cidades do Brasil.

Final de semana – No sábado, do meio-dia às 14 horas há apresentações de quatro diferentes grupos de dança árabe – Yala Bina, Zel Celestial, Shamsa e Dona Marísia –, seguidas de uma aula aberta de capoeira ministrada por mestre Taroba. Às 15h30 começam as exibições dos grupos Kodomo No Kai, Tomo No Kai, Ballet Ativa e Projeto Dançar. O espetáculo do Wadaiko Sho, um dos mais importantes grupos paulistanos de taikô (tambor japonês), será às 17 horas e o show principal do dia será às 20 horas com o violeiro Mazinho Quevedo, que já gravou vários cds e especializou-se em trilhas sonoras para o programa "Terra da Gente" e outros especiais da EPTV.
No domingo as atrações começam às 11 horas com a apresentação da Orquestra e Coral Ebenézer, da Igreja Assembléia de Deus Ministério Madureira, com 40 músicos e 20 vozes. Ao meio-dia, Ângelo Show, e às 13 horas tem forró com o Trio Mandacaru. Às 14 horas, dança e coral com o Circolo Ítalo-Brasileiro de Araraquara, às 15 horas a Escola Livre de Música de São Carlos e às 16 a Banda Marcial Faber-Castell. O show de encerramento da “Festa das Nações: São Carlos de todos os povos” será feito pelo famoso grupo Raíces de América, formado por músicos argentinos, chilenos e brasileiros.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias