Menu
sexta, 20 de julho de 2018
Cidade

CPI dos uniformes ouviu secretária de Educação

07 Ago 2014 - 14h20

A Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga o descarte de uniformes da rede municipal de ensino voltou a se reunir na manhã desta quinta-feira (7) para ouvir a secretária municipal de Educação, professora Regina Célia Garcia Ferreira.

Acompanhada por técnicos da secretaria de Educação, Regina Célia respondeu perguntar dos membros da CPI, porém, por estar a apenas dois meses no cargo não contribuiu de forma efetiva para esclarecer as dúvidas. “Estou acompanhando há dois meses o fato, então, o que eu pude pegar da situação até agora foi o que eu apresentei”, declarou Regina Célia à imprensa.

Entre as questões discutidas, a secretária afirmou ter conhecimento dos uniformes encontrados e que os mesmos foram contados por equipe da secretaria de Educação juntamente com outros funcionários da Prefeitura. Devido à sindicância realizada pela Prefeitura, os uniformes se encontram no Paço Municipal e serão lavados e distribuídos assim que forem liberados.

Um ponto polêmico da reunião foi a discussão sobre a ausência de documentos referentes ao período de 2005 a 2009. Regina Célia afirmou que existem arquivos digitais do período, mas estão indisponíveis. “Os funcionários da secretaria de Educação não estão conseguindo acessar os relatórios de 2005 a 2009. O que nós temos no momento é que a prefeitura vai estar entrando em contato com o setor que gerencia tudo isso lá em São Paulo e ver se existe a possibilidade de liberação desses dados”, informou.

“Nós vamos insistir na busca pelos documentos de 2005 a 2009, porque grande quantidade dos uniformes encontrados data da administração dessa época”, esclareceu Maurício Ortega ao defender a posição dos membros da comissão.

PRÓXIMA REUNIÃO – Ortega anunciou que solicitará prorrogação de 90 dias para dar sequência aos trabalhos da CPI. A próxima reunião ficou marcada para o dia 22 de agosto, às 8h30. Para o encontro, serão convocados Waldomir Carlos David Junior, chefe da Divisão de Suprimentos da Secretaria Municipal de Educação (autor dos relatórios entregues à CPI e que esteve presente na reunião desta terça-feira, mas por motivos jurídicos não pode se manifestar); e Rauny Buzzini, ex-supervisor de unidade da Secretaria de Educação.

“Faço uma avaliação não muito positiva [da reunião de hoje], uma vez que a secretária de Educação assumiu há dois meses o cargo e não tem a maioria das informações que nós gostaríamos. As pessoas que estavam na época dos fatos e que declararam em ofício onde estavam os uniformes serão ouvidas já na próxima reunião no dia 22 de agosto”, afirmou o presidente da comissão, Maurício Ortega.

Compareceram à reunião o presidente da CPI - Maurício Ortega (PSDB), o relator - Benedito Matheus Filho (PMDB) e os vereadores Sérgio Rocha (PTB), Edson Fermiano (PMDB) e Dé Alvim (SD). Também estiveram presentes os vereadores Lineu Navarro (PT) e Roselei Françoso (PT), além de integrantes do corpo jurídico e técnico da Câmara Municipal.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias