Menu
quarta, 17 de outubro de 2018
Cidade

Caixa vai repassar R$44 milhões do PAC para obras em São Carlos e Mogi Guaçu (SP)

02 Jun 2014 - 08h37
0 - 0 -

A Caixa Econômica Federal vai repassar R$44,3 milhões em recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para os municípios de São Carlos e Mogi Guaçu realizarem obras de saneamento. Os contratos de repasse foram assinados nesta sexta-feira (30) em Piracicaba, na sede administrativa da CAIXA. Autorizados pelo Ministério das Cidades, os recursos são oriundos do Orçamento Geral da União (OGU), dentro da modalidade Esgotamento Sanitário.

“Para a Caixa é uma grande honra participar deste momento histórico para os municípios de São Carlos e Mogi Guaçu, onde as obras que serão realizadas representarão um grande passo a favor da qualidade de vida e da sustentabilidade ambiental. Ações como estas fazem parte da missão da Caixa, um banco 100% público vinculado ao Governo Federal, que não mede esforços para proporcionar a concretização de projetos que visam benefício direto à população dos municípios”, disse o superintendente regional da CAIXA, Carlos Henrique Almeida Custódio, durante o evento de assinaturas, que também contou com a participação dos prefeitos de São Carlos e Mogi Guaçu, Paulo Altomani e Walter Caveanha, representantes das Câmaras de Vereadores dos municípios e dos Serviços Autônomos de Água e Esgoto – SAAE, além de outras autoridades e gerentes da Caixa. 

SÃO CARLOS

O município com 236 mil habitantes, localizado no centro do estado de São Paulo, assinou contrato com a CAIXA envolvendo o repasse de R$28,8 milhões, destinados à ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário de São Carlos. A verba será investida na reforma e ampliação da Estação de Tratamento Monjolinho, cuja construção foi financiada pelo Fundo de Garantia por Tempo de Serviço – FGTS. O município já conta com 100% do seu esgoto tratado, e os novos investimentos são necessários para que esse índice seja mantido, diante do crescimento da cidade. “Esses investimentos aprovados para São Carlos a fundo perdido (ou seja, sem necessidade de pagamento posterior à União), garantirão ao sistema uma capacidade de tratamento de esgoto compatível a uma população de até 350 mil habitantes, e permitirão, portanto, que São Carlos amplie sua infraestrutura e esteja preparado para receber novos investimentos”, comemorou o prefeito Paulo Altomani. 

MOGI GUAÇU

O município com 140 mil habitantes, também no interior de São Paulo, assinou contrato com a CAIXA no valor de R$15,5 milhões, destinados à implantação da 2ª etapa da Estação de Tratamento de Esgoto da Bacia do Ypê, cuja 1ª etapa foi financiada pelo Fundo de Garantia por Tempo de Serviço – FGTS. As obras previstas no contrato de repasse garantirão que 80% do esgoto do município seja coletado, tratado e corretamente disposto. “O foco desses investimentos é realizar o tratamento de esgoto da zona Norte da cidade, parte da zona Leste e do Distrito Industrial, elevando o nível de saúde da população desta região, que abrange cerca de oito mil residências, além de outras quase duas mil que estão em fase de construção pelo Programa Minha Casa, Minha Vida”, explica o prefeito de Mogi Guaçu, Walter Caveanha. Segundo ele, a obra de saneamento permitirá que também sejam efetivados esses novos investimentos em habitação, além de melhorar a qualidade da água da bacia do Rio Mogi Guaçu, que atinge 32 municípios.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias